Clique aqui e veja as últimas notícias!

BOLETIM INFLUENZA

Mais quatro pessoas morrem de H3N2 em Mato Grosso do Sul; total é 62

Taxa de letalidade da Influenza sobe novamente e atinge 17,8%
28/01/2022 14:00 - Naiara Camargo


Dados do boletim epidemiológico divulgados pela Secretaria de Estado de Saúde (SES) apontam que quatro pessoas morreram vítimas da gripe H3N2 (Influenza A) nas últimas 24 horas em Mato Grosso do Sul.

Com isso, o Estado totaliza 62 mortes pela doença desde dezembro de 2021. A taxa de letalidade é de 17,8% e a média móvel de mortes dos últimos sete dias é de 2,4. Os óbitos são de Campo Grande (3) Ponta Porã (1).

Os dados ainda mostram que 7 pessoas foram notificadas com o vírus da gripe Influenza A (H3N2) de ontem (27) para hoje (28) em Mato Grosso do Sul. 

Com isso, o Estado totaliza 359 notificações pela doença desde dezembro de 2021. Dentre as notificações, 4 são de Ponta Porã, 2 de Campo Grande e 1 de Amambaí.

A média móvel de casos dos últimos sete dias é de 8,1. A taxa de contágio não foi divulgada.

Dados ainda mostram que homens (50,2%) se infectam mais de Influenza A do que mulheres (49,8%). 

Porém mulheres (69,4%) morrem mais de gripe do que homens (30,6%). Mortes ocorrem com maior incidência em pessoas acima de 60 anos.

De acordo com a SES, Mato Grosso do Sul enfrenta uma epidemia de Influenza e pandemia de Covid-19 ao mesmo tempo.

O secretário de Estado de Infraestrutura e presidente do comitê do Programa de Saúde e Segurança na Economia (Prosseguir), Eduardo Riedel, afirmou que a circulação viral tanto de Covid-19, quanto de Influenza, causa prejuízo a saúde da população sul-mato-grossense.