Clique aqui e veja as últimas notícias!

REVIVA MAIS

De recapeamento a casas populares, confira obras previstas em pacote de R$ 1,3 bilhão

Prefeitura lançou hoje plano de recuperação econômica, que prevê geração de 20 mil empregos
27/11/2020 15:02 - Glaucea Vaccari , Rodrigo Almeida


O Plano de recuperação econômica lançado nesta sexta-feira (27) pelo prefeito Marcos Trad (PSB) prevê investimentos de R$ 1,3 bilhão em obras a serem realizadas em todas as áreas e regiões da Capital.

De recapeamento a moradia popular, os recursos para as obras já estão garantidos, com projetos aprovados, segundo afirmou o prefeito. 

Chamado de Reviva Mais, o plano tem medidas de curto e médio prazo, que incluem conclusão de obras em andamento e início de novas. Mais de 20 mil empregos devem ser gerados.

Acompanhe as últimas notícias

Confira as intervenções que devem ser realizadas em cada área:

Na área de infraestrutura, serão mais de 200 quilômetros de pavimentação e recapeamento nos bairros Rita Viera, Parque Dalas, Oliveira, Nova Campo Grande, Nova Lima, Nasser, Seminário, Atlântico Sul, Mata do Jacinto, Sírio Libanês, Vila Lídia, Jardim Centenário e Jardim Noroeste.

Na Avenida Duque de Caxias, entre o Aeroporto Internacional e o Núcleo Industrial de Campo Grande, também será feito recapeamento.

Na Região do Imbirussu, um novo acesso possibilitará a ligação das regiões leste e oeste de Campo Grande.

A antiga rodoviária e o corredor gastronômico da Bom Pastor serão revitalizados e a Cidade do Natal passará por intervenção, sendo transformada em um espaço permanente para exposição.

Iluminação será feita com instalação de 70 mil novas lâmpadas de led, sendo a região da Moreninhas a primeira a ter 100% de iluminação 100% led.

Na mobilidade urbana e transporte coletivo, será feito reordenamento viário em locais onde há maiores registros de engarrafamento do trânsito. Primeiros locais a receberem intervenção serão os cruzamentos da Euller de Azevedo com a Tamandaré e Três Barras com a Marquês de Lavradio.

Serão entregues residenciais Jardim Mato Grosso, Laranjeiras, Sírio Libanês I, II e III, Canguru, Amando Tibana, Aero Rancho CH 007 e CH 008 e Residencial Inápolis, além da construção de novas moradias populares na região central.

Já na área de segurança pública, Guarda Municipal terá reforço de oito motocicletas, duas camionetes e uma van.

Na saúde, serão construídas Unidades Básicas de Saúde da Família do Jardim das Perdizes, Jardim Presidente e Santa Emília.

Educação terá investimento para a conclusão das obras das Escolas Municipais de Educação Infantil (Emeis) Zé Pereira, Popular e Vila Nasser e escolas na Vila Nathália e no Parati.

Em tecnologia, projeto prevê implantação de mais de 70 mil metros de rede de alta velocidade em fibra óptica, interligando todas as unidades administrativas municipais, que vão melhorar o acesso a internet.

No desenvolvimento econômico, haverá conclusão das obras do Terminal Intermodal de Cargas de Campo Grande, construção de pontes de concreto na Zona Rural, regularização do Polo Empresarial Sul para atender mais de 35 empreendimentos, criação do Distrito Industrial de Campo Grande e Distrito Agroindustrial de Anhanduí e Rochedinho.

Espaços de esporte e lazer também serão contemplados, com a conclusão do Parque de Esportes Radicais no antigo aterro de resíduos no Jardim Noroeste e Piscina Olímpica no Parque Ayrton Senna. 

Também serão reformadas as praças esportivas e campos de futebol no Jardim Felicidade, Jardim Centenário, Núcleo Industrial e Aero Rancho.

Revitalização também será feita da Lagoa Itatiaia, parques Ayrton Senna, Jaques da Luz, Sóter, Mata do Jacinto, Orla Morena, Horto Florestal, Elias Gadia, Centro Olímpico da Vila Nasser, Praça Aquidauana, Praça dos Imigrantes, Praça do Rádio Clube e Praça dos Arquitetos.