Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

INFLUENZA

Campanha de Vacinação ultrapassa meta de 90% no Estado

Municípios que ainda possuem doses ampliaram a vacinação para população em geral
11/07/2020 12:00 - Gabrielle Tavares


 

A Campanha Nacional de Vacinação contra a gripe alcançou 90,78% de imunização, segundo a Secretaria de Estado de Saúde (SES), e ultrapassou a meta de 90% em Mato Grosso do Sul. Os municípios que ainda possuem doses ampliaram a vacinação para toda população, enquanto durarem os estoques.

A aplicação das doses foi estendida em julho e gerou grande procura da população, chegando a causar grandes filas nos postos de saúde e aglomerações. As doses foram ampliadas nas localidades que não alcançaram a meta de imunização no público-alvo, que continua sendo prioritário.  

Dividida em três fases, a campanha teve início em 23 de março e encerrou em 30 de junho. O público-alvo dessa campanha era formado por idosos, trabalhadores da saúde, portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, profissionais das forças de segurança e salvamento, população privada de liberdade, adolescentes e jovens sob medidas socioeducativas. 

Além de funcionários do sistema prisional, motoristas de caminhões, transporte coletivo (não incluso taxistas e motoristas de aplicativos) e portuários, população indígena, crianças de 6 meses a menores de 6 anos de idade, pessoas com deficiência, gestantes e puérperas até 45 dias, adultos de 55 a 59 anos de idade e professores da rede pública e privada.

A vacina da gripe protege contra os três subtipos do vírus influenza que mais circularam no último ano no Hemisfério Sul, de acordo com determinação da Organização Mundial da Saúde (OMS). 

A vacina reduz as complicações que podem produzir casos graves da doença e óbitos. Ela não tem eficácia contra o coronavírus, mas poderá auxiliar profissionais de saúde na exclusão do diagnóstico para a Covid-19, já que os sintomas são parecidos.Além disso, ela vai ajudar a reduzir a procura por serviços de saúde.

Brasil  

Em âmbito nacional, a Campanha alcançou 90,2% do público-alvo, de acordo com o Ministério da Saúde. Entre os grupos prioritários, os idosos tiveram melhor desempenho, com cobertura de 119,72%. Estados e municípios receberam 79,9 milhões de doses da vacina. Desse total, 81,18% foram aplicados.  

Os trabalhadores da área da saúde ultrapassaram 100%, alcançando 115,23% do grupo vacinado. Enquanto isso, o grupo com menor cobertura vacinal é o das pessoas entre 55 a 59 anos, que tiveram 58,91% de imunização; as gestantes, com cobertura vacinal de 63,92%; seguidas das crianças até 5 anos, com 64,64%; professores das escolas públicas e particulares, com 74,67% do público vacinado.

 

Felpuda


Apressadas que só, figurinhas tentaram se “apoderar” do protagonismo de decisão administrativa. Não ficaram sequer vermelhas quando se assanharam todas para dizer que tinham sido responsáveis pela assinatura de documento que, aliás, era uma medida estabelecida desde 2019. Quem viu o agito da dupla não pode deixar de se lembrar daquele pássaro da espécie Molothrus bonarienses, mais conhecido como chupim, mesmo. Afe!