Clique aqui e acompanhe o resultado das Eleições 2020

CHUVA FORTE

Dia vira noite e temporal derruba árvores e causa estragos em Campo Grande e no interior

Chuvas fortes já estavam previstas em alerta do Inmet e devem ocorrer em todo o Estado
26/10/2020 10:41 - Glaucea Vaccari


O tempo mudou em Campo Grande na manhã desta segunda-feira (26), com o céu escurencendo e o dia virando noite antes da chegada da chuva, que começou por volta das 10h e já causa estragos.

A chuva não é surpresa. O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu alerta para o risco de temporal, com ventos fortes e descargas elétricas em todo o Mato Grosso do Sul, incluindo a Capital.

No meio da manhã, o céu começar a formar com nuvens de chuva, escurecendo o céu a ponto de alguns postes de iluminação pública acenderam em plena manhã.

Chuva começou pouco depois, com vendaval, que causou queda de árvores.  

No bairro Universitário, uma árvore caiu sobre um carro que estava estacionado em frente a Unidade de Pronto Atendimento (UPA), na rua Marques de Olinda.

Corpo de Bombeiros atende as ocorrências na cidade.  

Conforme o Centro de Monitoramento do Tempo e do Clima (Cemtec), acumulado durante o dia deve ser de 30 a 100 milímetros, ventos entre 60 e 100 km/h e possibilidade de queda de granizo.

Defesa Civil também emitiu alerta de chuvas intensas para as próximas 24 horas, com orientações para evitar áreas alagadas.

Além da Capital, ventos podem chegar aos 65 km/h em  Dourados, Ponta Porã, Amambai, Maracaju, Sete Quedas, Mundo Novo, Bonito e Porto Murtinho, conforme o meteorologista Natálio Abrahão.  

 
 

Interior

Em Dourados, chuva forte acompanhada de vendaval causou vários estragos nesta manhã.  

De acordo com a Defesa Civil, várias árvores caíram no município e também houve destelhamento de casas.

Na região central, uma árvore caiu em cima de um veículo em movimento. Danos foram apenas materiais e motorista não teve ferimentos, segundo o site Dourados News.

Dezenas de outras árvores caíram na cidade, sendo algumas em fiação elétrica, outra em uma caminhonete estacionada e várias na rua. 

 
 

Felpuda


Racha em entidade religiosa teve péssimas consequências eleitorais na disputa por vagas na Câmara Municipal de Campo Grande.

O quiproquó, também, digamos, com nuance familiar, provocou estragos da-que-les.

Aí, como consequências, fez com que quem está não conseguisse votos suficientes para permanecer em 2021-2024 e quem estava fora tentando retornar ficasse à beira do caminho. 

Como se vê...