Clique aqui e veja as últimas notícias!

TOQUE DE RECOLHER

Guarda Municipal flagra 200 pessoas descumprindo toque de recolher nesta madrugada

Outros 36 estabelecimentos comerciais foram fiscalizados por estarem atendendo
04/01/2021 09:44 - Rafaela Moreira


Durante as ações do Toque de Recolher, a Guarda orientou a retornar e permanecer em suas residências, 201 pessoas que circulavam pelas ruas durante as 22h de ontem (03) até as 5h de hoje (04) em Campo Grande. 

Conforme o balanço, 36 estabelecimentos foram fiscalizados e quatro foram verificadas. Foram empenhados na operação 65 guardas e 32 viaturas. 

A operação aconteceu em conjunto com a Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito), Vigilância Sanitária, Semadur (Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano) e Polícia Militar nas sete regiões da Capital. 

Blitz Saúde Pública

Durante a madrugada de fiscalizações, também foi realizada a Operação Blitz Saúde Pública, que resultou em 47 abordagens, sendo 37 carros e 7 motocicletas. Ao todo, foram efetuados 44 testes de bafômetros  e uma motocicleta foi removida. 

Foram lavradas três notificações pelas ocorrências de: CRLV vencido (1), condutor sem CNH (1) e permitir dirigir sem CNH (1). 

O telefone 153 do Disque Denúncia recebeu, durante a madrugada, 96 ligações e 15 reclamações de descumprimento do decreto 14.568, que prorrogou o toque de recolher das 22h às 5h e proíbe aglomerações. 

Decreto 

De acordo com a medida, o confinamento domiciliar será obrigatório no horário, "exceto para acesso aos serviços essenciais e sua prestação, comprovando-se a necessidade ou urgência".

A norma ainda exige que "todos os estabelecimentos e atividades com atendimento ao público devem funcionar com lotação máxima de 40% (quarenta por cento) de sua capacidade permitida e ainda limitados ao máximo de 80 pessoas, inclusive templos, igrejas, festas, eventos esportivos e campeonatos de qualquer natureza”.

Orientações

A SEcretária Estadual de Saúde (SES) afirma que o isolamento social; o uso de máscara e álcool gel e a higienização das mãos com água e sabão são medidas imprescindíveis para conter a propagação do novo coronavírus.

Pessoas que apresentarem febre, tosse seca ou dor de garganta devem permanecer em isolamento por 14 dias. Caso os sintomas se agravem, é recomendado que se procure uma unidade básica de saúde mais próxima.