Cidades
SAÚDE

Pela terceira vez, Capital não fornece dados sobre internações ao governo

Sesau informou que os dados estão em atualização e que o atraso no repasse é motivado pelo lançamento de novos leitos

Gabrielle Tavares

15/03/2021 13:25

Secretaria Estadual de Saúde (SES) afirmou não ter recebido dados sobre ocupação global de leitos na macrorregião de Campo Grande nesta segunda-feira (15). É a terceira vez que os números do município não aparecem no boletim epidemiológico da Covid-19.

A informação foi repassada pelo secretário da SES, Geraldo Resende em live desta manhã. "Campo Grande não nos forneceu dados. Temos cobrando incessantemente da Secretaria Municipal de Saúde (Sesau), encaminhando um ofício de solicitação ao secretário Municipal de Saúde. Infelizmente, até esse horário (10h30) não tivemos os dados da taxa de leitos da macrorregião de Campo Grande".

Resende disse ainda que vai se reunir com o secretário Municipal de Saúde, José Mauro Filho, além de "encaminhar ao ministério público do Estado para que nos ajude a fazer essas intervenções, para continuarmos a dar os dados corretos da doença no Estado, principalmente da macrorregião de Campo Grande”.

Últimas notícias

A assessoria da Sesau informou que os dados estão em atualização e que o atraso no repasse é motivado pelo lançamento de novos leitos, e não por eventual colapso na saúde.

No dia 11 de março foi a primeira vez que o boletim apareceu sem dados da macrorregião de Campo Grande, no dia anterior, 10 de março, a Capital aparecia com 106% de ocupação. No dia 12, novamente não houve repasse das informações.

Nos dias subsequentes, 13 e 14 de março, os dados voltaram a aparecer, com 80% e 92% de ocupação respectivamente. De acordo com o boletim epidemiológico, a macrorregião de Dourados está com 93% de ocupação global, Três Lagoas 73% e Dourados 105%.

O Estado já tem 194.882 confirmações de Covid-19 e 3.628 mortes, sendo 536 casos e 14 óbitos de ontem para hoje. Recuperados já somam 180.180. Em apenas um dia, Campo Grande registrou 221 novos casos; Dourados 79; Naviraí 63; Corumbá 23; Costa Rica 15; Três Lagoas 15; Ponta Porã 14; entre outros municípios.

São 832 pessoas internadas, o maior índice já registrado desde o início da pandemia, sendo 462 em leitos clínicos (315 público; 147 privado) e 370 em leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) (266 público; 104 privado).

Assine o Correio do Estado