Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

PERIGO

Inmet divulga alerta para tempo extremamente seco em Mato Grosso do Sul

o aviso diz que perigo potencial é para as próximas 24 horas, cuidados com a saúde devem ser tomados
11/08/2020 13:58 - Gabrielle Tavares


Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu alerta em Mato Grosso do Sul para o tempo seco e a baixa umidade relativa do ar, que está entre 30% e 20%.  

De acordo com o Instituto, a condição climática coloca em risco a saúde das pessoas e aumenta a propagação dos incêndios florestais.

O perigo potencial é para as próximas 24 horas. A orientação da Defesa Civil Estadual é a para a população a ingerir bastante líquido, evitar desgaste físico e se proteger da exposição solar.

A baixa umidade nesta época do ano faz com que doenças respiratórias se manifestem com maior facilidade. Além de causar crises mais graves em doenças crônicas, como rinite, asma e bronquite.

No período de pandemia essas condições podem ser ainda mais perigosas, por isso a orientação é para que, se possível, utilize aparelhos umidificadores de ar.  

A seca torna mais grave as queimadas no Pantanal de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. Só neste ano o fogo já consumiu mais de 1,2 milhão de hectares do bioma, o equivalente a oito vezes a cidade de São Paulo.

Aviso na palma da mão

A Defesa Civil emite sistema de alerta para avisos climáticos importantes. Para receber, basta se cadastrar enviando uma mensagem de texto para o número 40199, com o CEP de interesse.

Um único usuário pode cadastrar mais de um CEP para receber os alertas e poderá optar por deixar de receber o serviço quando desejar.

Mais informações podem ser obtidas junto à Defesa Civil, 199, e ao Corpo de Bombeiros Militar, 193.

 
 

Felpuda


Casal de políticos muito conhecido a-do-ra cargos públicos, e, assim, “um puxa o outro” na maratona política, que inclui disputa de mandatos, direção de órgãos e até mesmo nomeações com prerrogativa de não ter de bater ponto. A nova empreitada agora é conquistar uma das prefeituras do interior. Em caso de derrota, é quase certo que os nomes de ambos deverão aparecer no Diário Oficial antes mesmo do fim deste ano.