Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

INTERIOR

Bandidos roubam milhões do Banco do Brasil

Assalto foi antes da abertura da agência; Garras investiga o caso
29/07/2020 12:03 - Gabrielle Tavares


Quatro homens assaltaram uma agência do Banco do Brasil na manhã desta quarta-feira (29), em Nova Alvorada do Sul, cidade localizada a 120 km de Campo Grande.

Segundo informações da Polícia Militar da cidade, o roubo ocorreu por volta das 7h, antes do antedimento ao público começar. Mas somente às 8h a polícia foi acionada.  

De acordo com o jornal local Alvorada Informa, os bandidos agrediram e tomaram a arma do vigilante da agência, e ainda renderam funcionários do banco, que foram obrigados a deitar no chão sob ameaças de morte.  

Segundo a polícia, um dos bandidos usava arma longa, possivelmente uma espingarda calibre 12. 

O valor estimado que a quadrilha levou chega a R$ 5 milhões.

Em nota, o Banco do Brasil informou que a agência permanecerá fechada, mas volta a funcionar nesta quinta-feira (30), e que colabora com as autoridades policiais na apuração da ocorrência. 

Equipes do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) e da Delegacia Especializada de Repressão a Roubos a Banco, Assaltos e Sequestros (Garras) já estão no local. Policiais do Setor de Investigações Gerais (SIG), de Dourados, estão se deslocando até a cidade.

Nova Alvorada do Sul tem cerca de 11.500 habitantes e a agência do Banco do Brasil fica a apenas 800 metros da agência da PM do município.  

Segunda tentativa  

É a segunda vez que a agência é invadida, mas a primeira que bandidos conseguem levar o dinheiro. Em novembro do ano passado, a agência foi invadida, mas os criminosos fugiram sem levar nada.  

De acordo com o boletim de ocorrência os ladrões entraram pelo telhado e tentaram burlar o sistema de detecção de movimento, mas o alarme foi acionado. 

A Central de Monitoramento do banco entrou em contato com a PM, avisando que havia um homem dentro da sala de vídeo da agência.

Na época, os policiais encontraram uma manta de alumínio em frente ao sensor de movimento e constataram que a maioria dos aparelhos estavam danificados e com fios arrebentados. Uma marreta também estava jogada no chão.

 
 

Felpuda


É quase certo que a aposentadoria deverá ocorrer de maneira mais rápida do que se pensava em determinado órgão. O que deveria ser a tal ordem natural dos fatos acabou sendo atropelada por acontecimentos considerados danosos para a imagem da instituição. Os dias estão passando, o cerco apertando e já é praticamente unanimidade de que a cadeira terá de ter substituto. Mas, pelo que se ouve, a escolha não deverá ser com flores e bombons de grife.