Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

BAIRRO TIRADENTES

Carla foi sequestrada na porta de casa e polícia ainda tenta descobrir seu paradeiro

Moça gritou pela mãe enquanto era levada da porta da própria casa
01/07/2020 17:51 - Fábio Oruê


 

“Mãe, ‘tô’ sendo roubada” foram as últimas palavras da jovem Carla Santana Magalhães, de 25 anos, durante sequestro na porta da própria casa, no começo da noite de ontem (30), no Bairro Tiradentes, em Campo Grande.

Segundo informações do boletim de ocorrência, a mãe de Carla disse em depoimento que estava dentro de casa quando ouviu a filha gritar em frente a residência, dizendo que estava sendo roubada e colocada dentro de um carro.

A mãe então se apressou e saiu no portão, mas já não encontrou a filha e também não conseguiu ver nenhum veículo próximo. Carla havia saído para ir ao mercado cerca de 30 minutos antes. 

Quando saiu para fora, a mãe encontrou somente o celular da moça, um chaveiro, o café comprado no mercado e os chinelos da jovem caídos no chão. 

O Grupo de Operações e Investigações Especiais (GOI) foi acionado e fez o atendimento da chamada, além de apoiar o desenrolar do caso. Segundo apurado pelo Correio do Estado, a polícia ainda não tem suspeitos e nem conseguiu descobrir o paradeiro de Carla. 

 

Felpuda


Figurinha carimbada ganhou o apelido de “biruta”, instrumento que indica direção do vento e, por isso, muda constantemente. Dizem que a boa vontade até existente ficou no passado, e as reclamações são muitas, mas muitas mesmo, diante das decisões que vem tomando a cada mudança de humor do eleitorado. Como bem escreveu o poetinha Vinicius de Moraes: “Se foi pra desfazer, por que é que fez?”.