Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

ELEIÇÕES 2020

“Vice está descartado”, diz Rose sobre disputar eleição

Deputada federal prefere permanecer no cargo do que compor chapa
15/02/2020 10:00 - Izabela Jornada, Yarima Mecchi


 

A deputada federal Rose Modesto (PSDB) não pretende compor chapa com o atual prefeito Marcos Trad (PSD) como vice. Mais votada da bancada de Mato Grosso do Sul na Câmara dos Deputados, a tucana declarou que se o partido a quiser como candidata a prefeita ela está a disposição.  

Durante evento na sexta-feira (14) que contou com a presença de diversos políticos do Estado e do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, Modesto afirmou que nunca cogitou ser vice em uma chapa para a Prefeitura Municipal de Campo Grande, independente se o candidato for o atual refeito ou não.  

O nome de Rose chegou a ser cogitado nos bastidores como um nome possível dos tucanos em cumprir o acordo do governador Reinaldo Azambuja (PSDB) com o prefeito, após o partido de Trad orientar que a vice precisa ser uma mulher.  

Nas eleições de 2018, o governador do Estado, Reinaldo Azambuja (PSDB), teve o apoio do prefeito Marcos Trad no processo de reeleição, em contrapartida, o líder do Executivo estadual teria que retribuir esse apoio agora, nas eleições municipais.

Conversas de bastidores seriam de que os tucanos poderiam indicar nome para ser vice do prefeito, na tentativa de reeleição, mas com essa instrução do PSD nacional, o “casamento” das siglas pode ser prejudicado.

Anteriormente, o presidente do PSDB estadual, Sérgio de Paula, declarou que havia dado um conselho para Rose. “Pedi para ela não falar muito para que o processo não seja prejudicado”, disse De Paula.

A deputada lembrou também das várias propostas que recebeu para deixar o ninho tucano. “Mas isso está fora de cogitação. Ou eu saio candidata ou eu continuo o meu mandato”, reafirmou.

Em setembro de 2019, integrantes do Partido Progressista (PP) em Mato Grosso do Sul foram à Brasília na tentativa de fazer com que a deputada aceitasse o convite para ser pré-candidata pela sigla, mas Rose não aceitou.

O partido ameaçou convidar o deputado estadual Coronel David (PSL), mas acabaram anunciando o diretor da Santa Casa, Esacheu Nascimento como postulante ao cargo.

De acordo com a deputa, falta apenas a decisão do partido. “A mim só cabe esperar uma decisão do partido. Se o PSDB me der a legenda eu sou candidata a prefeita de Campo Grande”.

 

Felpuda


Devidamente identificadas as figurinhas que agiram “na sombra” em clara tentativa de prejudicar cabeça coroada. Neste segundo semestre, os primeiros sinais começarão a ser notados como reação e “troco” de quem foi atingido. Nos bastidores, o que se ouve é que haverá choro e ranger de dentes e que quem pretendia avançar encontrará tantos, mas tantos empecilhos, que recuar será sua única opção na jornada política. Como diz o dito popular: “Quem muito quer...”.