Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

BRASÍLIA

Bolsonaro decide sair do PSL e fundar novo partido

Presidente vai se reunir com deputados na terça para fazer anúncio
11/11/2019 14:55 - ADRIEL MATTOS


 

O presidente da República, Jair Bolsonaro, decidiu deixar o PSL e fundar um novo partido. De acordo com o site Congresso em Foco, o chefe do Executivo irá comunicar suas intenções à bancada do partido no Congresso Nacional em reunião na terça-feira (12).

Todos os deputados membros do PSL foram convidados, exceto aqueles que Bolsonaro acredita que o atacou. Entre eles, estão o presidente do partido, Luciano Bivar (PE); a ex-líder do governo no Congresso, Joice Hasselmann (SP), e o ex-líder do PSL na Câmara, Delegado Waldir (GO).

Filiado à legenda desde março de 2018 a fim de concorrer à eleição presidencial, Bolsonaro vive uma crise com o PSL. Envolvido no escândalo das candidaturas laranjas, o grupo do presidente se desentendeu com o grupo de Bivar, o que aumentou a crise.

No dia 8 de outubro, ao sair do Palácio da Alvorada, Bolsonaro disse a um apoiador para esquecer o partido ao ser questionado sobre o PSL. O grupo político do presidente cogitou migrar para uma legenda atual, como o Patriota e o Republicanos. Acabou vencendo a ideia de criar um novo partido.

Em 28 de outubro, o presidente falou pela primeira vez sobre o assunto. Durante viagem à Arábia Saudita, Bolsonaro disse que sua nova legenda se chamaria Partido da Defesa Nacional.

Felpuda


Partido político está vivendo processo de autofagia cá por essas bandas. Nada de ideologia ou defesa dos interesses dos filiados. O problema, segundo os mais observadores, é que lideranças não se contentaram em ter cada uma o seu pedaço e decidiram tomar conta com exclusividade do espólio, que, aliás, é regado com cifras milionárias. A legenda deverá se transformarem uma máquina de lavar, no caso, cheia de roupas sujas. E dê-lhe!