Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

ELEIÇÃO EM CAMPO GRANDE

Deputada Rose Modesto solicita a legenda ao PSDB para disputar Prefeitura de Campo Grande

Em documento parlamentar cita clamor da população por uma alternativa ao atual Prefeito
10/09/2020 16:30 - Da Redação


A deputada federal Rose Modesto (PSDB-MS) entregou na tarde de hoje  (10/ 09) carta ao Diretório  do PSDB solicitando a legenda para disputar a prefeitura de Campo. A parlamentar solicita no  documento que o partido delibere sobre a candidatura própria por ser o partido de “maior representação política” de Mato Grosso do Sul e que a libere de apoiar a reeleição de Marquinhos Trad caso o partido o apoie na disputa.

Este ato da deputada federal foi adotado porque o PSDB, embora não tenha fechado o apoio a Marquinhos Trad, tem se manifestado por este posicionamento em virtude do apoio dos Trads (Nelsinho Trad e Marquinhos Trad) nas eleições de 2018 a candidatura a reeleição do Governador Reinaldo Azambuja. Teria sido firmado este compromisso dos tucanos apoiarem o atual gestor de Campo Grande nestas eleições.      

No documento, a parlamentar afirma que disputou a prefeitura de Campo Grande em “condições muito desfavoráveis” em 2016, sendo que agora “passados quatro anos, entendo que uma recandidatura nossa seria o caminho natural do PSDB, tendo em vista do clamor das bases partidárias e da própria população, carente de alternativas nesta próxima eleição”.

 
 

Também a deputada explica que “jamais escondi o sonho que carrego comigo, desde sempre, de governar nossa capital. Para realizá-lo enfrentei o desafio de ser candidata em condições desfavoráveis, no pleito de 2016.”

Ela solicita que o partido delibere sobre uma candidatura “própria e altiva” pelo fato do PSDB ser o partido com maior representação política no Estado, e caso o pedido não seja acatado respeitará a decisão do partido.

Porém, ressalta que as “diferenças de visão política e administrativa me impedem de subir no palanque de um adversário das eleições passadas”, solicitando que fique liberada de apoiar o atual prefeito Marquinhos Trad na disputa dele para reeleição. 

Ela pede “a liberação de qualquer compromisso com outras candidaturas. Essa independência faz-se necessário, agora, porque só assim será possível fazer a defesa dos interesses da população de Campo Grande”.

 
 

Felpuda


A lista do Tribunal de Contas de MS, com nomes de gestores que tiveram reprovados os balanços financeiros de quando exerceram cargos públicos, está deixando muitos candidatos de cabeça quente.  Conforme previsto pelo Diálogo, adversários estão se utilizando de tais dados para cobrar, principalmente nas redes sociais, deixando alguns gestores na maior saia justa e tendo que se explicar. O eleitor, por enquanto, só observa. E dê-lhe!