Clique aqui e veja as últimas notícias!

CORREIO VEÍCULOS

MotoMais

Confira as dicas e novidades sobre motos
28/03/2020 16:04 - Edmundo Dantas/AutoMotrix


Terceira geração

Lançada em 2009, a superesportiva BMW S 1000 RR 2020 chega a sua terceira geração completamente renovada. Além do visual, as principais novidades são menos peso total, mais potência e aprimoramentos no quadro, conjunto da suspensão e sistemas eletrônicos de assistência à pilotagem. De acordo com a BMW, a superesportiva está 11 quilos mais leve (197 quilos), oferece 207 cavalos de potência (8 cavalos a mais) e tem uma condução mais precisa que o modelo anterior. Para que a produção da nova superbike fosse nacionalizada, a BMW Motorrad investiu R$ 4,7 milhões em sua fábrica de Manaus (AM). Nessa nova geração, a principal mudança visual está na dianteira. Onde antes existia um conjunto assimétrico, com faróis em formatos diferentes, agora existe faróis simétricos e modernos. Luzes de leds estão presentes nos faróis com linhas mais dinâmicas e agressivas, e aparecem também nas na lanterna. As luzes de mudança de direção (pisca) e de freio estão integradas em uma única unidade de leds. O tanque de combustível ficou mais estreito, o que, segundo a BMW, resulta em melhora na área que acomoda os joelhos, privilegiando o fechamento ergonomicamente perfeito das pernas e uma posição ideal do assento. O guidão ficou com uma angulação maior para proporcionar uma pilotagem mais confortável, reduzindo o cansaço típico das grandes esportivas. E a traseira foi completamente revisada, passando a exibir uma aparência mais leve e dinâmica. O novíssimo propulsor de quatro cilindros em linha da S 1000 RR 2020 é capaz de gerar a potência máxima de 207 cavalos a 13.500 rpm e tem torque de mais de 11 kgfm, no qual mais de 10 kgfm já estão disponíveis de 5.500 a 14.500 giros. Com modos de pilotagem Rain, Road, Dynamic e Race, a nova BMW S 1000 RR tem preço sugerido de R$ 91.950 e é oferecida nas cores vermelha e cinza.