Cidades

CONTRABANDO

Mercadorias ilegais são apreendidas
em Maracaju

Mercadorias ilegais são apreendidas
em Maracaju

TARYNE ZOTTINO

29/06/2012 - 14h50
Continue lendo...

Policiais Militares do Departamento de Operações de Fronteira (DOF) apreenderam ontem (28), em Maracaju (MS), 52 módulos para aparelhos de som, 20 reguladores de som, 15 rádios automotivos, nove DVDs automotivos e 193 alto-falantes.

As mercadorias sem documentação regular de importação estavam em um Fiat Pálio de Goiânia (GO), conduzido por D.S.M, 27 anos.

Questionado a respeito das mercadorias, o rapaz informou ter sido contratado para levá-las de Pedro Juan Caballero, no Paraguai, até Goiânia. Veículo e mercadorias foram apreendidos e encaminhados à Delegacia da Receita Federal de Ponta Porã (MS).  

ÁGUA

Campo Grande vence prêmio por redução de perdas de água tratada

Cidade reduz perdas de água de 56% para 19,7% com programa eficaz

27/05/2024 17h40

Aguas Guariroba VR

Aguas Guariroba VR

Continue Lendo...

Campo Grande é premiada nacionalmente pela redução de perdas de água tratada

A cidade de Campo Grande foi uma das vencedoras do 8º Prêmio Casos de Sucesso, promovido pelo Instituto Trata Brasil em parceria com a Fundação Getúlio Vargas (FGV).

O prêmio, concedido na segunda-feira (5), reconhece municípios que se destacam em práticas de abastecimento de água e esgotamento sanitário, com base nos dados do Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento (SNIS).

Graças ao Programa de Redução de Perdas implementado pela Águas Guariroba, a concessionária responsável pelo sistema de água e esgoto da cidade, Campo Grande reduziu seu índice de perdas de 56% para 19,7%, tornando-se a segunda capital com o menor índice de perdas de água do país.

A eficiência operacional foi chave para esses resultados.

A Águas Guariroba modernizou o parque de hidrômetros, substituindo 381,8 mil unidades antigas por novas, e instalou um moderno Centro de Controle de Operações (CCO), que monitora a rede em tempo real usando o software Takadu.

Outras ações incluem a instalação de 62 válvulas redutoras de pressão (VRP) e 197 sensores na rede para controlar a pressão e reduzir rompimentos. Além disso, 185 macromedidores foram modernizados para controlar e padronizar o consumo de água.

O programa também utiliza a técnica de geofonamento para identificar vazamentos não aparentes no asfalto. Com esse método, aproximadamente 140 vazamentos são detectados mensalmente, com uma assertividade de 66% nas ordens de serviço geradas.

A fiscalização contra fraudes também foi intensificada, com uma média de 3 mil casos identificados por mês. Paralelamente, a Águas Guariroba está renovando redes de água antigas, alinhando-se às obras de infraestrutura da prefeitura.

"Quando assumimos a concessão em Campo Grande, implantamos imediatamente um Programa de Redução de Perdas. Como resultado, a cidade reduziu as perdas de água de 56% em 2006 para 19,7% em 2024, economizando cerca de 43.461.659 metros cúbicos de água por ano", destacou Gabriel Buim, diretor-executivo da Águas Guariroba.

O diretor-presidente da Águas Guariroba, Themis de Oliveira, ressaltou a importância do investimento contínuo em eficiência operacional.

"A estratégia é investir em um sistema de abastecimento cada vez mais moderno e regular, garantindo menor perda de água no trajeto de abastecimento", explicou.

Campo Grande, ao alcançar esses resultados expressivos, demonstra a importância de políticas eficazes e investimentos em tecnologia para a gestão sustentável dos recursos hídricos.

DESENROLA FIES

Prazo para renegociação do Desenrola Fies termina nesta sexta-feira (31)

Dados mostram que desde novembro, o programa já beneficiou mais de 283 mil estudantes

27/05/2024 17h30

Prazo para renegociação do Desenrola Fies termina nesta sexta-feira (31)

Prazo para renegociação do Desenrola Fies termina nesta sexta-feira (31) Divulgação: Agência Brasil

Continue Lendo...

Termina nesta sexta-feira (31) o prazo para as renegociações de dívidas estudantis pelo Desenrola Fies, o programa oferecido pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), foi lançado em novembro de 2023 a fim de ajudar estudantes a sanar dívidas com descontos de até 99%.

De acordo com dados fornecidos pelo Governo Federal mostram que, desde que foi lançado, em novembro do ano passado, o Desenrola Fies já beneficiou 283.577 estudantes. Até o último dia 15, haviam sido renegociados mais de R$ 12,92 bilhões em dívidas, resultando em um saldo de dívida posterior de cerca de R$ 2,49 bilhões.

No estado de Mato Grosso do Sul, até o mês de abril, cerca de 5.291 estudantes de Mato Grosso do Sul conseguiram aproveitar o benefício, totalizando R$ 249.047.524,40 renegociados.

Em nota, o MEC destacou que o saldo é referente a contratos firmados até 2017 e com débitos em 30 de junho de 2023, abrangendo todos os estados. 

“A medida do governo demonstra um compromisso contínuo em proporcionar alívio financeiro e oportunidades de recomeço para aqueles impactados por dívidas educacionais”.

Vale lembrar que toda a renegociação pode ser feita pela internet, confira: 

MEC e FNDE:

  • Acesse o portal Fale Conosco.
  • Entre em contato pelo telefone 0800 616161.

Caixa Econômica Federal:

  • Acesse o aplicativo da Caixa no seu celular.
  • Entre em contato pelo WhatsApp no número 0800 104 0 104.
  • Ligações podem ser feitas pelo número 4004 0 104 (para capitais e regiões metropolitanas) ou 0800 104 0 104 (para as demais regiões do País).

Banco do Brasil:

  • Utilize o aplicativo do BB no seu celular.
  • Entre em contato pelo WhatsApp no número 61 4004 0001.
  • Ligue para a Central de Atendimento do BB pelo número 0800 729 0001.

Conheça os critérios para renegociar dívidas: 

1) Para contratos com débitos vencidos e não pagos há mais de 90 dias, em 30/6/2023:

  • desconto de 100% sobre encargos (juros e multas pelo atraso no pagamento) e de 12% sobre o valor financiado pendente, para pagamento à vista; ou
  • parcelamento em até 150 parcelas mensais e sucessivas, com desconto de 100% nos encargos, mantidas as demais condições do contrato (ou seja, ficam mantidas as condições de garantia e eventuais taxas de juros do contrato).

2) Para contratos com débitos vencidos e não pagos há mais de 360 dias, em 30/6/2023, cujos financiados estejam inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico) ou tenham sido beneficiários do Auxílio Emergencial 2021:

  • desconto de 92% sobre o valor total da dívida (valor financiado pendente + juros e multas por atraso no pagamento + juros do contrato), para pagamento total do saldo devedor em até 15 prestações mensais e sucessivas.

3) Para contratos com débitos vencidos e não pagos há mais de 360 dias, em 30/6/2023, cujos financiados estejam cadastrados no CadÚnico ou tenham sido beneficiários do Auxílio Emergencial 2021, com a data da última prestação prevista em contrato em atraso superior há 5 anos:

  • desconto de 99% sobre o valor total da dívida (valor financiado pendente + juros e multas por atraso no pagamento + juros do contrato), para pagamento total do saldo devedor em até 15 prestações mensais e sucessivas.

4) Para contratos com débitos vencidos e não pagos há mais de 360 dias, em 30/6/2023, que não se enquadrem nas hipóteses 2 e 3 acima:

  • a) desconto de 77% sobre o valor total da dívida (valor financiado pendente + juros e multas por atraso no pagamento + juros do contrato), para pagamento total do saldo devedor em até 15 prestações mensais e sucessivas.

5) Para contratos com o pagamento em dia (adimplentes) na data da renegociação:

  • a) desconto de 12% sobre o valor total da dívida, para pagamento à vista do saldo devedor.

Também é necessário ter renda familiar mensal bruta, por pessoa, de até três salários mínimos.

 

NEWSLETTER

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo.

Fique Ligado

Para evitar que a nossa resposta seja recebida como SPAM, adicione endereço de

e-mail [email protected] na lista de remetentes confiáveis do seu e-mail (whitelist).