Cidades

Cidades

População ameaçada de ficar sem alimentos

População ameaçada de ficar sem alimentos

FÁBIO DORTA, ENVIADO ESPECIAL, NOVO HORIZONTE DO SUL

20/01/2010 - 04h40
Continue lendo...

A situação em Novo Horizonte do Sul, município com cerca de 6,5 mil habitantes, localizado a 350 quilômetros de Campo Grande, é extremamente crítica. Temporal que caiu na madrugada do último sábado, dia 16, destruiu nove pontes, além de galerias e tubulações, e comprometeu cerca de 260 quilômetros de estradas, principalmente na zona rural. Mercados e mercearias ficaram ameaçados de desabastecimento, o que implicaria na falta de alimentos para a população. Por enquanto, a situação está controlada. Porém, se voltar a chover forte, há o risco de a região ficar totalmente isolada, impedindo os estabelecimentos comerciais de receber produtos. Faltou combustível no único posto da cidade, porque o caminhão da distribuidora não podia chegar ao município. Chegar ao município exige muita paciência e, principalmente, torcer para que não volte a chover forte. A ponte sobre o Rio Kurupai, na rodovia MS – 475, caiu com a força da água e a Prefeitura Municipal, com apoio da Agesul, fez um desvio por estradas vicinais de cerca de 15 quilômetros de extensão. A maior parte do trecho é estreita e com enormes valetas que podem a qualquer momento aumentar e provocar a interdição da pista. O prefeito Marcílio Alves Benedito (PMDB) decretou ontem estado de calamidade pública, que para entrar em vigor precisa ser homologado pela Defesa Civil do Estado. “Vou a Campo Grande amanhã (hoje) entregar o decreto pessoalmente ao governador (André Puccinelli)”, afirmou. Pelos cálculos da prefeitura e da Agesul, serão necessários cerca de R$ 6 milhões para recuperar todo o estrago. “Metade desse valor é a parte dos estragos na rodovia e em estradas estaduais. O restante é em estradas do município e nós não temos recursos para custear as obras. Vamos ter que pedir ajuda ao governo federal”, acrescentou Benedito. O prefeito afirmou que o município é o que menos arrecada em Mato Grosso do Sul, cerca de R$ 5,5 milhões por ano. Estragos De acordo com a Secretaria de Obras do município, 131 imóveis na cidade e 62 na zona rural foram atingidos pelo temporal e muitas casas ameaçam desabar. A população teme que a cidade afunde. A secretária de Assistência Social, Margarida Matheus da Silva, informou que 11 famílias foram retiradas de suas residências e estão em casas de familiares. Um casal de idosos, que não tem família na cidade, está desde o final de semana no Hospital Municipal Novo Horizonte. Ontem uma equipe contratada pela Agesul iniciou uma obra emergencial na MS – 475, a cerca de dois quilômetros do centro da cidade, onde outra parte da pista cedeu, abrindo uma enorme cratera. No local, que é chamado pelos moradores de antiga represa, será construído um desvio. Com isso, o trajeto por terra para chegar a Novo Horizonte do Sul será reduzido em mais de 10 quilômetros. Conforme o prefeito ainda não existe prazo definido para que a ponte sobre o Rio Kurupai seja recuperada. As obras naquela região ainda não começaram. “Esperamos que isso possa ocorrer o mais rápido possível, porque é uma prioridade”, finalizou o prefeito.

Capital

Após bebedeira com amigos, jovem é atingido por tiro enquanto dormia em veículo

Em depoimento, o jovem relatou que os amigos estavam alcoolizados e ele decidiu dormir no veículo, momento em que foi atingido por tiros.

14/07/2024 18h30

Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário/ Depac Cepol

Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário/ Depac Cepol Divulgação/

Continue Lendo...

Um jovem de 20 anos foi socorrido para o hospital na manhã deste domingo (14), após ser atingido por um tiro enquanto dormia dentro de um veículo na região do Bairro Centro-Oeste, na zona sul de Campo Grande.

Conforme o registro da ocorrência, a vítima relatou aos militares que estava bebendo com amigos, decidiu entrar no veículo para ir embora e acabou dormindo.

Ainda durante o interrogatório, o jovem disse que os amigos com quem estavam, estariam alcoolizados. 

Neste momento, dois homens teriam passado na rua e efetuado disparos de arma de fogo e depois fugiram do local. Os tiros acertaram a região lombar da vítima.   

As equipes da Polícia Civil e investigadores da Delegacia de Homicídios estiveram no local. O carro onde a vítima estava passou pela perícia e também foi encaminhado a delegacia. 

De acordo com o depoimento do jovem, ele disse aos policiais que não teria interesse nas investigações. 

Mesmo com a vítima não querendo que o caso seja investigado, o caso foi registrado na  Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitária) do Cepol (Centro Especializado de Polícia Integrada) como homicídio na forma tentada.

Casos de homicídios em Campo Grande 

Conforme informações da Sejusp (Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública), foram 61 casos de homicídios em Campo Grande. Em Mato Grosso do Sul, foram 180 registros nesses primeiros sete meses. 
 

 

Assine o Correio do Estado

CLIMA

Sul do estado ainda terá baixas temperaturas durante a semana

Ponta Porã pode registrar mínima de 7º graus nesta segunda-feira (15)

14/07/2024 18h30

Temperatura só deve subir na próxima quarta-feira (17)

Temperatura só deve subir na próxima quarta-feira (17) Arquivo Correio do Estado

Continue Lendo...

O cenário de frio e baixas temperaturas deve permanecer em algumas cidades de Mato Grosso do Sul nesta semana, conforme informações divulgadas pelo Inmet (Instituto Nacional de Meterologia). Na fronteira com o Paraguai, a cidade de Ponta Porã pode registrar mínima de 7ºC.

Em Dourados, também no sul do Estado, está prevista temperatura mínima de 8ºC nesta segunda-feira (15). Os termômetros em Mato Grosso do Sul apresentaram queda nos últimos dias, devido a uma massa de ar polar que foi trazida pela passagem de uma frente fria.

O frio também não poupou outros municípios do estado neste fim de semana. Em Amambai, os moradores enfrentaram 8°C, enquanto em Laguna Carapã, a mínima foi de 9,8°C. Outras cidades como Sete Quedas também seguiu essa tendência, registrando 6,3°C.

Em Naviraí, Nova Andradina e Ivinhema a semana deve continuar registrando baixas temperaturas. Ambas as cidades terão mínima de 10ºC e a máxima não passa dos 22ºC. 

Na Capital 

De acordo com o portal Clima Tempo, a previsão do tempo para Campo Grande indica baixas temperaturas nos próximos dias. A mínima nesta segunda-feira (15), será de 10ºC pela manhã e ao longo do dia, 22ºC. 

A previsão aponta Sol com algumas nuvens e com pouca probabilidade de chuva. O Sol deve aparecer durante o dia, sem nuvens no céu e com aumento de nebulosidade à noite.

Neste domingo (14), a Capital de Mato Grosso do Sul registrou mínima de 9ºC, com sensação térmica de 5ºC. Conforme o Inmet, o tempo só deve manifestar temperaturas mais altas a partir de quarta-feira (17).  


Assine o Correio do Estado 

 

 

NEWSLETTER

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo.

Fique Ligado

Para evitar que a nossa resposta seja recebida como SPAM, adicione endereço de

e-mail [email protected] na lista de remetentes confiáveis do seu e-mail (whitelist).