Correio B

Variedades

Globo e SBT querem menos espaço para gays em novelas

Globo e SBT querem menos espaço para gays em novelas

Continue lendo...

Durou pouco a chamada "primavera gay" na TV aberta, que culminou no primeiro beijo lésbico numa novela brasileira, em maio, no SBT. Tanto a emissora de Silvio Santos como a Globo deram nos últimos 60 dias uma guinada nos rumos da dramaturgia, e passaram a dar ordens implícitas ou explícitas a seus autores, para que baixem a bola de cenas gays nas histórias. Oficialmente, a decisão se deve a uma suposta "overdose" do tema.

Um ajudante de novelista da Globo, que pede para não ser identificado, disse em entrevista que recebeu "aviso verbal" do autor para que não perdesse tempo elaborando personagens e cenas gays --sejam entre homens ou mulheres--, pois seriam cortadas.

Cerca de três semanas atrás a Globo interveio em "Insensato Coração", vetando ousada cena gay em motel, entre o casal Hugo e Eduardo (Marcos Damigo e Rodrigo Andrade). Também o autor Aguinaldo Silva foi informado há três meses pela emissora de que deveria evitar polemizar com o assunto (gay) em "Fina Estampa", sua próxima novela, que estreia em agosto. Silva, porém, vai incluir um personagem gay "estiloso" na história, interpretado por Marcelo Serrado. Mas não haverá cenas eróticas com ele.

Questionado sobre isso, Silva usou as mesmas palavras que já usara anos atrás, decepcionado com mais um veto da Globo a uma cena homoafetiva: "Beijo gay, só lá em casa".

Não se trata de um comportamento novo. Desde 2008, a Globo já deixou "escapar" ao menos quatro vezes que exibiria uma cena gay, mas acabou desistindo sempre no último momento. Em abril do ano passado, um episódio de "Os Simpsons" teria sido cortado por conter um beijo gay entre Homer e o barman Moe.

Já no caso do SBT a ordem é explícita. Depois de exibir o primeiro beijo lésbico numa novela, entre as atrizes Luciana Vendramini e Giselle Tigre, em "Amor & Revolução", a emissora agora mudou de opinião e a ordem é baixar a bola do tema.

Tiago Santiago, o autor, teve ao menos mais duas longas cenas gays cortadas de sua história. A última deveria ter sido exibida no último dia 7, entre os personagens Jeová (Lui Mendes) e Chico (Carlos Artur Thiré). O novelista do SBT disse que acataria a decisão, mesmo tendo prometido o beijo, além de um outro, entre Vendramini e Tigre.

Na Record, a orientação é implícita e parece ecoar os princípios da Igreja Universal do Reino de Deus, que não considera a homossexualidade algo natural e corriqueiro. Nenhuma trama da emissora até hoje deu destaque a casais ou personagens gays.

SESSÃO DA TARDE

Confira o filme que vai passar na Sessão da Tarde de hoje (17/05)

Filme de hoje é a aventura "Jack, o Caçador de Gigantes"; assista na Rede Globo

17/05/2024 10h10

"Jack, o Caçador de Gigantes", de 2013, é o filme da Sessão da Tarde desta sexta-feira (17) Foto: Divulgação

Continue Lendo...

JACK, O CAÇADOR DE GIGANTES
  • Ano de lançamento: 2013
  • Gênero: aventura e fantasia
  • Duração: 1h50min
  • Direção: Bryan Singer 
  • Elenco: Nicholas Hoult, Eleanor Tomlinson, Ewan McGregor
  • Título original (em inglês): Jack the Giant Slayer

SINOPSE

Em Jack, o Caçador de Gigantes, Jack (Nicholas Hoult) é um fazendeiro que adquire grãos de feijão com a única recomendação de que não devem ser molhados. Obviamente, isto acaba ocorrendo e criando um enorme pé de feijão que vai dar em um mundo de gigantes.

Em meio a tudo isso, a princesa Isabelle (Eleanor Tomlinson) é sequestrada pelos gigantes e Jack se unirá ao Rei (Ian McShane) numa cruzada para salvar a jovem.

ASSINE O CORREIO DO ESTADO
 

AGENDA CULTURAL

Amy Winehouse nos cinemas, artes cênicas e muita música

Mostra Boca de Cena entra na reta final com 29 apresentações gratuitas de hoje até domingo; nos cinemas, estreia a biografia de cantora britânica; e, na Orla Ferroviária, grupo de jazz celebra Dia Internacional dos Museus

17/05/2024 10h00

A cinebiografia da cantora Amy Winehouse, com Marisa Abela no papel principal, é o destaque nos cinemas

A cinebiografia da cantora Amy Winehouse, com Marisa Abela no papel principal, é o destaque nos cinemas Foto: Divulgação

Continue Lendo...

Depois de dezenas de espetáculos encenados desde segunda-feira, no Teatro Aracy Balabanian (TAB) e em outros locais na região central, a 15ª Mostra Boca de Cena – Semana do Teatro e do Circo de MS chega à reta final a partir de hoje, com nada menos que 29 apresentações gratuitas.

A maratona já começa às 08h30min de hoje, com dois espetáculos no mesmo horário: “Manual de Barro II – Concerto a Céu Aberto para Solos de Objeto”, da Arte Riso Companhia de Animação, no TAB, e “Bobolito – Um Espetáculo sobre a Bobagem e o Nada”, de Pietro Lara, na lona de circo Boca de Cena, armada ao lado do Memorial da Cultura (Avenida Fernando Corrêa da Costa, nº 559, Vila Carvalho).

Às 14h, no TAB, tem o teatro de bonecos da trupe Deslimites, que vai apresentar “Navegantes”, peça infantojuvenil de pegada ecológica e muito humor. Meia hora depois, na lona Boca de Cena, será a vez de “O Grandioso Mini Cirquim das Arábias”, do grupo Circo do Mato.

A partir das 17h, na Praça Ary Coelho, a Cia Apoema apresentará “Requebra Torto” (espetáculo circense). No TAB, às 19h30min, Gabriella Thais estará em cena com performance “A/Partir de Mim”, e, às 20h, o grupo Identidade Teatral vai fazer rir e pensar com “O Vil Metal”.

Na peça, dirigida por Fernando Lopes, três trabalhadores da limpeza pública precisam de dinheiro para resolver problemas pessoais. Fechando a sexta-feira, o Núcleo Cena Viva apresentará, na lona, às 21h, “A Vida nos Traz Presentes Inesperados”.

Amanhã, na Praça Ary Coelho, terá “Pipocket Pernalhaça” (Trupior, às 10h), “Ani-Animal Não Identificado” (Diogo Adriani, às 11h), “Estorvos, Se Essa Rua Fosse Nossa!” (Coletivo Clandestino, às 11h30min), “Des-Calço – Um Espetáculo sobre Avós” (Terra e Luto, às 17h), e “Dança-Teatro Filhos de Gaia” (Ariane Cordeiro, às 19h). No TAB, pocket show musical de Marcos Moura, às 19h30min, e o espetáculo teatral “Como Nascem as Estrelas”, com Laura Santoro, às 20h.

Um dos destaques da temporada 2023, “Como Nascem as Estrelas” é um tour de force de Laura, em que a atriz, também criadora da dramaturgia, alinhava com inspiração e esmero suas inquietações e delírios de artista iniciante, entrecruzando com a sua biografia a trajetória de Glauce Rocha, Clarice Lispector e, em um segundo plano, a de outras figuras femininas de força angular na arte brasileira, a exemplo de Aracy Balabanian, que dá nome à sala em que a peça será encenada.

Ainda no sábado, sob a lona de circo da mostra, a partir das 21h, o Cabaré Boca de Cena fará desfilar no picadeiro uma série de atrações: Intervenção Circo-Poética, Magia da Dança Aérea em Lira Americana, Peço a Bênção para Passar, Pintor do Absurdo, Malabares Ando, Teleomentário, Fogo que Toca, A Mulher do Futuro Fim do Mundo, Los Chicos-Latinos, Latentes e Calientes e Luz Acrobacias Aéreas.

No domingo, o último espetáculo a ser conferido na lona é “Era Uma Vez en La Fronteira Selvagem”, com o Orendive Teatro Intercultural, a partir das 17h. Mais duas sessões no TAB, também no domingo, encerram a programação deste ano da Mostra Boca de Cena: “Dom Casmurro”, com o Grupo Casa, a partir das 16h, e “O Experimento Tirésias”, de Rick Thibau, a partir das 20h.

SARAU DOS MUSEUS

O grupo de jazz El Trio (Adriel Santos na bateria, Gabriel Basso no contrabaixfo e Gabriel de Andrade na guitarra) será uma das atrações musicais do Sarau do Dia Internacional dos Museus, amanhã, das 16h às 22h, na Praça da Locomotiva – Orla Ferroviária (esquina da Avenida Mato Grosso com Avenida Calógeras), com acesso gratuito. Também se apresentarão a banda Santo de Casa e o Grupo Acaba.

O sarau contará, ainda, com estandes de arte, artesanato, literatura e gastronomia e intervenções artísticas com vários criadores apresentando performances ou fazendo obras ao vivo aos olhos do público, a exemplo do projeto Memórias do Trecho, pinturas de histórias vividas nos tempos em que a ferrovia ainda estava em operação, que será finalizado durante o sarau. O acesso é gratuito.

SARAU NOS TRILHOS

Em sua quarta edição, também amanhã, a partir das 18h, ocorrerá o Sarau nos Trilhos. A Associação do Desenvolvimento do Turismo da Estrada Parque Piraputanga (Atupark) levará à Estação Ferroviária do Distrito de Piraputanga, em Aquidauana, a Lizard Rock, banda de pop rock nacional e internacional que investe no flashback. Em seu repertório, de Legião Urbana e O Bando do Velho Jack até Bon Jovi e Steppenwolf.

A ideia é que “cada um traga a sua cadeira ou esteira, seu cooler ou sua garrafa de vinho, ou simplesmente um sorriso estampado no rosto para passar o tempo apreciando os arredores de um espaço absolutamente especial e histórico”. A sede da Atupark funciona no mesmo local.

Composta de empresários, comerciantes, turismólogos e agentes do trade do turismo, a entidade tem por objetivo organizar, promover, fomentar e incentivar o turismo no distrito de Piraputanga de forma harmoniosa com a natureza e a comunidade.

CINEMA

“Back to Black”, da diretora Sam Taylor-Johnson (“Cinquenta Tons de Cinza”) e com Marisa Abela no papel principal, é um dos destaques entre as estreias da semana nos cinemas.

O filme narra a carreira da britânica Amy Winehouse (1983-2011), cantora de soul e R&B de voz singular, conhecida por sucessos como “Rehab” e “Black to Black”, falecida aos 27 anos por intoxicação alcoólica.

Durante sua curta jornada profissional, ela produziu dois álbuns: “Frank” e “Back to Black”. O segundo lhe rendeu seis prêmios Grammy. Classificação indicativa: 16 anos.

ASSINE O CORREIO DO ESTADO

NEWSLETTER

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo.

Fique Ligado

Para evitar que a nossa resposta seja recebida como SPAM, adicione endereço de

e-mail [email protected] na lista de remetentes confiáveis do seu e-mail (whitelist).