Empregos e Carreira

Dia do Zootecnista

Zootecnistas fortalecem desenvolvimento do agronegócio no Estado

Profissão comemora sua grande expansão e hoje tem 537 inscritos no CRMV/MS

DA REDACAO

13/05/2015 - 14h00
Continue lendo...

Hoje, 13 de maio, é comemorado o dia do Zootecnista. A data é marcada pela inauguração do primeiro curso de Zootecnia no Brasil, na cidade de Uruguaiana, no Rio Grande do Sul, em 1966. Perto de completar 50 anos, a profissão comemora sua grande expansão e hoje tem 537 inscritos no Conselho Regional de Medicina Veterinária de Mato Grosso do Sul (CRMV/MS), número que tende a crescer, já que o Brasil possui 112 cursos reconhecidos pelo Ministério da Educação (MEC).

Mas você sabe o que um Zootecnista faz? O trabalho deste profissional abrange um conjunto de atividades e habilidades para desenvolver, promover e controlar a produção e rentabilidade dos animais úteis ao homem, assim como as tecnologias dos produtos de origem animal.

Para o Presidente do CRMV/MS, João Vieira de Almeida Neto, “a profissão a cada ano consolida-se no mercado de trabalho devido à competência dos profissionais, que tem grande importância para o desenvolvimento do agronegócio no nosso Estado”.

ÁREAS DE ATUAÇÃO

- Nutrição e manejo alimentar dos animais de produção, pets e silvestres
- Melhoramento genético animal
- Agronegócio e cadeia produtiva
- Gestão das propriedades rurais
- Conservação dos recursos animais e ambientais
- Manejo e conservação de pastagens
- Comportamento e Bem-estar animal
- Manejo da fauna e de animais silvestres
- Construções e instalações para animais de produção, pets e silvestres
- Sistemas de criação de organismos aquáticos
- Ensino e pesquisa em produção animal
- Planejamento e administração de eventos agropecuários

LOCAIS DE ATUAÇÃO

Tendo em vista as várias áreas de atuação do zootecnista, os locais em que ele atua também são diversos e incluem:

- Indústrias de Ração e de outros produtos animais;
- Propriedades Rurais
- Laboratórios
- Criatórios de animais de produção
- Zoológicos
- Instituições de Ensino e Pesquisa
- Cooperativas rurais e de crédito
- Exposições e feiras agropecuárias

OPORTUNIDADE

Concurso do Ministério da Pesca tem vagas em MS e salário de R$ 6.130

As vagas são destinadas a profissionais com nível superior completo, abrangendo mais de 20 perfis profissionais

21/06/2024 17h14

Provas serão aplicadas em todas as capitais

Provas serão aplicadas em todas as capitais

Continue Lendo...

O Ministério da Pesca e Aquicultura anunciou concurso para 264 vagas temporárias, de nível superior em diferentes áreas da pasta e das superintendências federais. Em Mato Grosso do Sul, há duas vagas, para lotação na Superintendência Federal da Pesca e Aquicultura (SFPA) em Campo Grande.

As inscrições serão abertas na segunda-feira (24), às 11h (de MS), e vão até 25 de julho, às 22h59, no site do Instituto de Desenvolvimento Educacional Cultural e Assistencial Nacional (Idecan). A taxa é de R$ 62.

As vagas são destinadas a profissionais com nível superior completo, abrangendo mais de 20 perfis profissionais, incluindo uma vaga para qualquer área de formação superior.

O salário para todos os cargos é de R$ 6.130, com uma jornada de trabalho de 40 horas semanais. 

As vagas para lotação em Campo Grande são para uma para profissionais da área de Engenharia de Pesca e/Oceanografia/ Oceanologia e outra para pessoas com diploma de conclusão de curso de nível superior em qualquer área de formação.

A prova está prevista para o dia 11 de agosto, das 13h às 17h no horário local. Além de Campo Grande, a aplicação ocorrerá na capital dos outros 25 estados e no Distrito Federal.

A prova terá 70 questões de múltipla escolha, sendo 30 de conhecimentos básicos (dez de português, cinco de raciocínio lógico, cinco de informática e dez de ética e noções de administração pública) e 40 de conhecimentos específicos, que terão a pontuação dobrada.

O gabarito será anunciado em 12 de agosto.

Vagas no Ministério da Pesca e Aquicultura

  • Administração - 12 vagas
  • Arquitetura - 1 vaga
  • Biologia - 6 vagas
  • Ciências contábeis - 2 vagas
  • Design Gráfico - 2 vagas
  • Direito - 16 vagas
  • Economia - 8 vagas
  • Engenharia civil - 3 vagas
  • Engenharia de aquicultura - 9 vagas
  • Engenharia de pesca - 20 vagas
  • Engenharia de zootecnia - 6 vagas
  • Estatística - 2 vagas
  • Gestão pública - 8 vagas
  • Jornalismo - 7 vagas
  • Marketing - 1 vaga
  • Matemática - 2 vagas
  • Medicina veterinária - 7 vagas
  • Oceanografia e Oceanologia - 20 vagas
  • Recursos humanos - 7 vagas
  • Serviço social - 2 vagas
  • Sociologia - 4 vagas
  • Tecnologia da Informação - 17 vagas
  • Outras áreas de nível superior - 30 vagas
  • Vagas em Superintendências Federais
  • Engenharia de Pesca e Oceanografia/Oceanologia - 27 vagas
  • Outras áreas de nível superior - 45 vagas

A seleção terá validade de dois anos com a possibilidade de ser prorrogada por mais dois anos.

Concurso

Termina nesta terça-feira (18) o prazo para inscrições no concurso da Justiça Eleitoral

Salários variam de R$ 8.529,65 a R$ 13.994,78

17/06/2024 13h30

Reprodução: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Continue Lendo...

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e os 26 tribunais regionais eleitorais (TREs) oferecerão um total de 412 vagas para as carreiras de analista e técnico judiciários, ambos exigindo nível superior, distribuídas em diversas especialidades, visando ao preenchimento de cargos efetivos na Justiça Eleitoral e à formação de cadastro reserva.

O cargo com maior número de vagas é o de técnico judiciário na área administrativa, com um total de 208 vagas disponíveis.

Os salários mensais são de R$ 13.994,78 para analista judiciário e de R$ 8.529,65 para técnico judiciário, exceto para a especialidade de agente da polícia judicial, que oferece remuneração de R$ 9.773,56.

A jornada de trabalho pode variar entre 20 e 40 horas semanais, dependendo do cargo.

Inscrições para o processo seletivo de 2024 da Justiça Eleitoral devem ser realizadas através do site do Cebraspe, responsável pela organização do concurso.

Para concorrer, é necessário possuir diploma registrado de curso superior na área pretendida, emitido por instituição reconhecida pelo MEC, além de registro no órgão de classe, quando necessário.

Há possibilidade de solicitação de isenção da taxa de inscrição para candidatos de baixa renda cadastrados no CadÚnico ou doadores de medula óssea em entidades reconhecidas pelo Ministério da Saúde, conforme Lei nº 13.656/2018.

Candidatos com deficiência devem enviar laudo médico atualizado, emitido nos últimos 36 meses, junto à inscrição.

As taxas de inscrição são de R$ 130 para analista judiciário e R$ 85 para técnico judiciário, podendo ser pagas até 9 de agosto via GRU Cobrança, disponível no site do Cebraspe.

O processo seletivo incluirá provas objetivas para todos os cargos, prova discursiva para analista judiciário, teste de aptidão física para agente da polícia judicial, e avaliação de títulos para analista judiciário.

As fases do concurso ocorrerão nas capitais dos 26 estados e no Distrito Federal, com provas objetivas e discursiva marcadas para 22 de setembro de 2024.

O edital completo e quaisquer retificações estão disponíveis no Diário Oficial da União e no site do Cebraspe.

Os cargos serão distribuídos entre os TREs dos estados, exceto Tocantins, que não participará devido à vigência de concurso anterior válido.

Para mais informações, o candidato pode acessar o site do Cebraspe, entrar em contato pelo e-mail [email protected], pelo telefone (61) 3448-0100, ou visitar a Central de Atendimento ao Candidato do Cebraspe em Brasília.

Com Agência Brasil

NEWSLETTER

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo.

Fique Ligado

Para evitar que a nossa resposta seja recebida como SPAM, adicione endereço de

e-mail [email protected] na lista de remetentes confiáveis do seu e-mail (whitelist).