Clique aqui e acompanhe o resultado das Eleições 2020

PESQUISA

Produtos de higiene e limpeza variam mais de 257% na Capital, aponta Procon

Foram aferidos preços de 205 produtos em 16 estabelecimentos comerciais
13/11/2020 07:00 - Súzan Benites


Pesquisa trimestral da Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor (Procon-MS) aponta variação de 257% em um mesmo produto nos supermercados de Campo Grande.  

O levantamento aferiu preços de produtos de higiene e limpeza em 16 estabelecimentos comerciais, entre supermercados e atacadistas.

O produto com a maior variação foi o aparelho de barbear Gillete azul com duas unidades. Em um supermercado localizado em um shopping da Capital custou R$ 10,69, enquanto em estabelecimento situado em bairro da região sul, R$ 2,99.  

Outro item que apresentou variação porcentual acima de 150% foi o condicionador Tresemmé 200 ml, que foi de R$ 7,90 a R$ 19,98.

Ainda entre os produtos que variaram mais que o dobro do preço, está a cera líquida Poliflor 700 ml, que foi encontrada a R$ 5,99 em um local e a R$ 14,69 em outro – diferença de 145%.

Já a menor variação de preços, de 0,39%, foi no desinfetante líquido Omo de 1,7 litro, que foi do mínimo de R$ 12,90 ao máximo de R$ 12,95.

Foram pesquisados 268 produtos, dos quais são divulgados preços e variações de 205, uma vez que os  63 restantes foram encontrados em menos de três locais pesquisados.

Trimestral

O Procon estadual ainda estabeleceu termos comparativos entre a pesquisa realizada há três meses e a atual tomando por base 156 produtos. 

Conforme o levantamento, 101 itens sofreram  acréscimo, 54 foram encontrados com preços menores e apenas um não apresentou nenhuma variação. 

O comparativo é estabelecido levando em consideração produtos que apresentem todas as características iguais.  

O maior aumento (24,21%) em relação à pesquisa anterior foi no creme de barbear Nivea 65 g, que custava R$ 6,26 em julho e foi a R$ 8,26 em outubro. Outro item que sofreu acréscimo foi o sabão em barra Alpes 1 kg, que custava R$ 6,87 e passou a R$ 8,48.

Ainda entre os aumentos, o kit com xampu e condicionador da marca Elseve saiu de R$ 21,22 e foi a R$ 24,71. E o sabão em barra Oeste 1 kg, que custava R$ 5,45, passou a R$ 6,35.  

Entre as reduções, a maior queda (-47,21%) foi aferida no aparelho de depilação Gilette rosa com duas unidades, que custava R$ 11,07 em julho e no mês passado custava R$ 7,52.

O álcool líquido Itajá também apresentou redução no período, saindo de R$ 7,53 para R$ 5,47. Ainda entre os produtos que apresentaram queda, a pedra sanitária Harpic de 20 g, que custava R$ 3,52 antes, agora foi a R$ 2,60.

O único produto que ficou com o preço estável foi o absorvente Intimus com abas, pacote com oito unidades, que se manteve a R$ 4,31 nas duas edições da pesquisa.

A pesquisa completa pode ser conferida no site do Procon estadual ou nas tabelas abaixo.

 

Confira a pesquisa realizada em outubro na íntegra

 

Veja comparativo de preços entre julho e outubro

 
 

Felpuda


Outrora bons de votos – faziam adversários temerem o confronto nas urnas –, agora, por mais que tentem, alguns políticos não conseguem, nem de longe, alcançar patamar de outros tempos e voltar ao que eram. 

O pior é que, a cada disputa, a preferência popular só vem diminuindo. Neste ano, a eleição municipal demonstrou que muitos já estão com prazo de validade vencido e rótulo gasto.

E faz tempo, hein?!