Clique aqui e veja as últimas notícias!

FREANDO A COVID-19

Polícia Militar poderá encaminhar até a delegacia aqueles que foram flagrados descumprindo o Toque de Recolher

PM atuará de forma "mais contundente" em fiscalizações a partir de amanhã, segundo secretário
13/12/2020 11:36 - Brenda Machado


Com a volta do Toque de Recolher em Mato Grosso do Sul, a partir desta segunda-feira (14), a Polícia Militar do estado (PMMS) se juntará às fiscalizações, na Capital e nos municípios do interior, apoiando outras frentes de segurança.

Segundo o secretário estadual de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), Antônio Carlos Videira, as abordagens acontecerão com uma dinâmica diferente, para que o objetivo seja atingido.

"Como as pessoas não estão respeitando as orientações dos órgãos sanitários e da própria PM, nós teremos que agir de uma forma mais contundente, de forma que quem descumprir essas medidas sejam autuadas nas mais diversas modalidades possíveis.", comentou.

Acompanhe as últimas notícias do Correio do Estado

A polícia estará empenhada checando documentações pessoais e veiculares, revistando veículos, aplicando testes de alcoolemia (bafômetro), verificação de estacionamentos, cabendo aplicação de multas, até condução por desobediência.

O secretário explica que esta última tem ligação direta com a volta do Toque de Recolher, não exatamente com a postura de cada um junto à PM. "Havendo um decreto estadual em vigência, e a pessoa não respeitando, ela incorre no crime de desobediência, então ela será conduzida para a delegacia para ser autua, processo que depois segue para o Ministério Público e o Judiciário."

Desta forma, as delegacias civis também estarão em alerta durante os plantões, para conseguir atender às demandas encaminhadas.

A Polícia Militar atuará, assim, apoiando a Guarda Municipal Metropolitana, nas cidades onde ela já existe, como na Capital, mas também atuará como órgão fiscalizador, uma vez que este é seu papel.

Ainda segundo Videira, mesmo antes do retorno do decreto, a PM tem sido muito solicitada em municípios do interior por descumprimento de normas sanitárias.

Uma região citada foi a cidade de Maracajú, a 158km de Campo Grande, onde, neste fim de semana, a polícia teria flagrados aglomerações em alguns loteamentos.

"Por causa disso, nós estamos reunindo as forças táticas de cidades vizinhas para atuar nestes casos, que vão desde desobediência até a apreensão de veículos irregulares.", finalizou.

Outro local que também assiste o descaso da população é a Capital. Apenas na noite deste sábado (12), a Guarda Civil Metropolitana encerrou duas comemorações.

Um dos eventos acontecia em um bar da cidade, localizado na rua Brilhante, e contava com aproximadamente 130 pessoas; o segundo, era uma festa no bairro Jardim Marajoara, com mais de 150 pessoas.

Além disto, a Guarda também recebeu 64 denúncias por descumprimento de medidas sanitárias e, durante a madrugada, abordou 556 pessoas, ninguém foi preso.