Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CORREIO VEÍCULOS

CarMais

Confira as dicas e novidades sobre automóveis
19/03/2020 10:49 - Daniel Dias/AutoMotrix


Luxo oriental

A Lexus do Brasil anuncia a chegada da linha 2020 do SUV de luxo mais vendido do mundo, o RX 450h, o único modelo que ainda não estava disponível na versão híbrida no país. A marca de luxo da Toyota traz também novidades em segurança e conectividade para o sedã ES, comercializado no mercado nacional em sua versão 300h desde o final de 2018. Os modelos trazem o pacote Lexus Safety System, composto por itens de auxílio à condução que garantem mais proteção ao motorista e demais ocupantes do veículo. O RX 450h é equipado com um motor a combustão movido a gasolina de ciclo Atkinson, seis cilindros, 3.5L, com 262 cavalos de potência a 6 mil giros e torque de 34,2 kgfm a 4.200 rpm e dois elétricos – um dianteiro de 167 cavalos e outro traseiro de 68 cavalos, com uma potência combinada de 313 cavalos. Para aprimorar a experiência de condução, o RX 450h conta com transmissão Hybrid Transaxle, que proporciona aceleração mais linear, reduz ou aumenta continuamente as marchas, de acordo com a demanda do motor, sem desperdiçar energia, contribuindo para a eficiência de combustível. O RX 450h vem equipado com o sistema de tração All-Wheel Drive, que direciona automaticamente a força para duas ou quatro rodas, conforme a necessidade do condutor, melhorando a tração em diferentes tipos de terreno. Os preços dos modelos da Lexus são de R$ 381.990 para o RX 450h F-Sport, de R$ 371.990 para o RX 450h Luxury e de R$ 275.990 para o ES 300h Luxury. A Lexus conta com uma representação na cidade de São Paulo.

 
 

Uruguai sai na frente

Em Montevidéu, a Chery uruguaia promoveu a apresentação oficial do Tiggo 8, tido como o SUV mais importante da fabricante chinesa, tanto pelo tamanho quanto por sua capacidade de desempenho, além de segurança, conforto e alto nível de equipamentos. Com 4,70 metros de comprimento, 1,86 metro de largura, 1,74 metro de altura e 2,71 metros de entre-eixos, é um dos poucos modelos do segmento com capacidade para até sete pessoas. O Tiggo 8 é equipado com motor 2.0 turbo de 167 cavalos de potência, acoplado à transmissão automática CVT de 6 velocidades. Inicialmente destinado apenas ao mercado uruguaio – mas com chegada ao Brasil prevista para este ano, com a marca Caoa Chery –, o SUV é oferecido no país vizinho a US$ 38.990 (cerca de R$ 195 mil). O Tiggo 8 tem teto de vidro panorâmico com cortina elétrica, estofamento em couro, apoio de braço central em ambos os assentos dianteiros, multimídia com tela de 10 polegadas, oito alto-falantes, ar-condicionado de duas zonas com saídas traseiras, volante multifuncional, controle de cruzeiro, assento do motorista com ajustes elétricos, sensor de chuva e de acendimento dos faróis, seis airbags, freios ABS com EBD e controle de tração e de estabilidade. (colaborou Luis Piedra-Cueva/ “Airbag”/Uruguai)

 
 

Carro do futuro

A Renault propõe sua visão para a mobilidade elétrica pessoal e compartilhável a partir de 2025 com o Morphoz, que reconhece a aproximação do motorista e lhe dá boas-vindas. O carro foi criado com base na futura plataforma modular elétrica CMF-EV da Aliança Renault-Nissan, para oferecer várias configurações de potência, capacidade, experiência a bordo e volume do porta-malas. “Audacioso pela modularidade, inovador em termos de design, centrado no ser humano pela capacidade de facilitar o compartilhamento e as interações, o conceito Morphoz representa a nova filosofia do design da Renault. A tecnologia em todas as suas formas – design, inteligência embarcada, conectividade e layout interno – oferece uma nova experiência de condução para todos os usuários do veículo, tanto no dia a dia quanto no fim de semana e nas férias. O Morphoz é uma verdadeira experiência para se curtir”, comemora Laurens van den Acker, diretor de Design Industrial do Grupo Renault.Com comprimento de 4,40 metros ou 4,80 metros, conforme o modo de utilização, largura de 2 metros e altura de 1,55 metro, o conceito Morphoz é um crossover com linhas ao mesmo tempo esticadas e sensuais. O design associa atributos de sedãs, SUVs e cupês.

 
 

Novidade a caminho

A Volkswagen divulgou mais alguns detalhes do Nivus. O “SUV do Polo” terá uma nova central multimídia com sistema “VW Play”, dispositivo que dá acesso a streaming e outros serviços, embora a marca alemã não tenha antecipado todas as especificações do sistema inédito. Já se sabe que o Nivus terá uma série de equipamentos interessantes, como o sistema de estacionamento autônomo e um novo padrão de volante, semelhante ao adotado na nova geração do Golf, lançada na Europa em outubro do ano passado. Confirmado para o primeiro semestre de 2020, o Nivus intensificou seus testes finais e foi flagrado em algumas ruas brasileiras, naturalmente, camuflado. Segundo a Volkswagen, “o modelo será um divisor de águas para a empresa no Brasil”. No terreno das suposições, o Nivus poderá ter o conjunto mecânico do T-Cross, com motores 1.0 e 1.4 turbinados e câmbio automático de 6 marchas. Além de estrear o novo logotipo da Volkswagen no mercado brasileiro, o grande diferencial do Nivus estará no visual de apelo mais esportivo.

 
 

“Amaranger”

Na convenção anual do Grupo Volkswagen, na Alemanha, Herbert Diess, CEO da marca, adiantou um esboço do que poderia ser a nova geração da picape Amarok, o primeiro veículo da futura nova parceria da fabricante da Alemanha com a Ford, voltada mais para veículos comerciais, bem diferente da joint venture Autolatina, existente de 1987 a 1996 entre as duas montadoras para o desenvolvimento conjunto de veículos para o Brasil e para a Argentina. No plano da Volkswagen e da Ford, a Amarok e a Ranger seriam desenvolvidas conjuntamente, a partir de 2022. Atualmente, as duas picapes médias são produzidas na Argentina para o mercado da América Latina. Pela expertise da Ford em fabricar picapes – a F-150 é o veículo mais vendido nos Estados Unidos há muito tempo –, seria uma boa chance para a Amarok deslanchar de vez e conquistar novos fãs.

 
 

Proteção de fábrica

A Volvo Car Brasil oferece a partir deste mês a possibilidade de compra do veículo blindado de fábrica diretamente na concessionária, com todos os documentos e certificações inclusos. O projeto foi desenvolvido em parceria com a EDAG e a Carbon Blindados, considerada uma das mais especializadas nesse tipo de proteção de veículos civis e líder de mercado no Brasil. Para tornar o processo mais eficiente, foram feitas melhorias na aplicação de materiais selecionados com novo posicionamento e sobreposição, redimensionamento dos vidros, instalação de molduras de aço balístico reforçando as portas, proteção extra contra disparos em diferentes ângulos e reforço nos mecanismos de levantamento de vidros e tampa do porta-malas para garantir a funcionalidade. Com cobertura completa de todos os componentes durante todo o período de garantia do veículo, a blindagem é certificada no Brasil e os modelos XC40, XC60 e XC90 blindados já estão disponíveis para compra em todas as concessionárias da marca. “Estamos orgulhosos em oferecer mais esse serviço a nossos clientes. Fizemos um grande trabalho de pesquisa e desenvolvimento para chegar a um novo patamar de blindagens no Brasil, trazendo ainda mais segurança, sem afetar todas as características dos nossos veículos”, explica João Oliveira, diretor-geral de Operações e Inovação da Volvo Car Brasil.

 
 

Ar bom e fresco

O sistema do ar-condicionado do carro entra em operação de resfriamento quando o motorista aciona o “A/C” com o veículo ligado. É o funcionamento do motor que movimenta o compressor, responsável pela circulação do gás no circuito. Os sistemas atuais têm o gás R-134 A, que não agride a camada de ozônio, diferentemente do gás Freon R-12, à base de CFC (clorofluorcarbono) utilizado no passado. Para o bom funcionamento do ar-condicionado no calor, é recomendável que sejam abertas as janelas para expulsar a grande massa de ar aquecido “aprisionado” no carro sob o Sol. Assim, o resfriamento da temperatura virá com maior rapidez. Quando o ambiente já estiver resfriado, é hora de fechar os vidros por completo. Se o veículo for ficar parado por muito tempo, sem uso, é importante se ligar o ar-condicionado pelo menos uma vez a cada quinze dias, para o sistema fazer a circulação do gás em toda a sua linha de operação. Com o passar dos anos, é necessário se fazer a troca do filtro antipólen e solicitar a limpeza dos dutos para não obstruir a passagem de ar e evitar a proliferação de bactérias no sistema. Em caso de pouca eficiência do ar-condicionado, deve-se verificar, em um local especializado, a carga de gás e eventuais vazamentos no sistema.

Felpuda


Alguns pré-candidatos que estão de olho em uma cadeira de vereador vêm apostando apenas nas redes sociais, esperançosos na conquistados votos suficientes para se elegerem. A maioria pede apoio financeiro para continuar mantendo suas respectivas páginas, frisando que não aceita dinheiro público ou de político, fazendo com que alguns se lembrem daquela famosa marchinha de carnaval: “Ei, você aí, me dá um dinheiro aí, me dá um dinheiro aí...”. Como diria vovó: “Essa gente perdeu o rumo e o prumo”.