Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CORREIO VEÍCULOS

MotoMais

Confira as dicas e novidades sobre motos
20/03/2020 06:30 - Edmundo Dantas/AutoMotrix


Na briga pela coroa

A “RoadXsteR” é uma Harley-Davidson Roadster customizada pela concessionária paulistana Autostar H-D para a “Battle of the Kings”, a maior competição mundial de customização de motocicletas Harley-Davidson, realizada desde 1957 – este ano, a linha Sportster serve de base aos customizadores de todo o mundo. Para participar, basta escolher a sua Harley-Davidson customizada favorita no site da marca e se cadastrar para votar. A votação será encerrada no dia 31 de março e o vencedor será “coroado” no dia 8 de abril. O nome da representante brasileira na competição é uma junção das expressões “Roadster” e “XR”, pois a inspiração veio das Café Racer dos anos 60, que eram basicamente motos de rua “depenadas”, ou seja, com o peso “aliviado” com a retirada de tudo o que não era absolutamente necessário para disputar uma corrida de rua. As rabetas curtas, ou “tail section”, e os semiguidões baixos para melhorar a aerodinâmica. Na customização da “RoadXsteR”, foram utilizados um escapamento alto do tipo “scrambler”, que melhora o vão livre do solo permitindo à moto se inclinar mais nas curvas, e um par de rodas raiadas para um estilo mais retrô. A pintura customizada do tanque tem um visual rústico de aço escovado para dar um ar rebelde no acabamento da máquina clássica e agressiva.

 
 

Parada à italiana

A Ducati paralisou por tempo indeterminado as atividades na unidade de Borgo Panigale, na região de Bolonha, no norte da Itália, que tornou-se o país europeu mais atingido pelo surto do novo coronavírus. De acordo com os números oficiais, a Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus, já matou cerca de 2 mil pessoas no território italiano. A previsão inicial era que a paralisação em Borgo Panigale, anunciada na última sexta-feira (13), fosse encerrada na próxima quarta-feira, dia 18 de março. Agora, a interrupção foi estendida em mais uma semana, com previsão inicial de retomada das atividades no dia 25. “Estou orgulhoso de como os empregados da Ducati estão enfrentando este momento difícil para nosso país. Agradeço a todos que, diariamente e mesmo em uma situação complicada, confirmam o grande valor de uma força de trabalho unida e coesa, mas também sensível e atenciosa. É por nossos empregados, pela segurança e pelo bem-estar deles que medidas e escolhas como a que fizemos são necessárias. Entretanto, todo o serviço de suporte para nossos clientes está mantido, especialmente o fornecimento de peças de reposição”, explica Claudio Domenicali, CEO da Ducati. A Brembo, famosa fabricante italiana de componentes de freios, também interrompeu os trabalhos na fábrica, localizada em Bergamo, na região da Lombardia.

 
 

Otimismo

A KTM 200 Duke está com condições especiais de compra. O modelo é oferecido com entrada de 50% e saldo em até doze parcelas sem juros. Além disso, seu preço sugerido (que não leva em consideração despesas com frete e seguro) segue exatamente o mesmo em relação ao do ano passado, de R$ 16.490. Com a oferta, disponível em tempo indeterminado, a meta da KTM do Brasil é multiplicar as vendas do modelo. Se em 2019 foram emplacadas duzentas e sessenta e uma unidades da Duke 200, segundo os dados da Fenabrave, e expectativa é que, em 2020, supere as seiscentas unidades. Pelo menos de acordo com as projeções da Factory Powersports, empresa que representa a KTM no mercado nacional desde o final do ano passado. A Duke 200 se destaca pelo motor monocilíndrico, que produz 26 cavalos, suspensão WP, Shift Light e freios ABS. A marca austríaca tem forte tradição no off road e segue vendendo modelos específicos para o fora-de-estrada, que não são emplacadas e não entram nas estatísticas da Fenabrave.

 
 

Longe da velha tribo

A Indian Appaloosa v2.0 mostrou sua “pintura de guerra” no lago gelado de Baikal, na Rússia. A Scout Bobber altamente modificada está pronta para enfrentar a concorrência na edição 2020 dos “Sultans of Sprint”, competição mutimarcas com motos rápidas e elegantes na qual o ranking é baseado nos resultados das corridas, mas também recompensa a criatividade e a “alucinação” dos participantes com alguns bônus especiais. O desafio da competição é reunir os melhores preparadores de motocicletas personalizadas da Europa. A fabricante de motocicletas norte-americana e a preparadora belga Workhorse Speed Shop tinham prometido revelar a segunda versão da Appaloosa no lago gelado Baikal. E cumpriram o prometido. A original Appaloosa foi criada a partir de uma Scout Bobber normal para participar na edição 2019 da competição, tendo como piloto o norte-americano Randy Mamola. Para 2020, a equipe juntou-se novamente para idealizar uma série de melhoramentos na Appaloosa. Assim nasceu a Appaloosa v2.0 para a “Sultans of Sprint 2020”. Como perceberam que testar a Appaloosa v2.0 em eventos oficiais não seria fácil, pois não se realizam em quantidade suficiente, a Indian e a Workhorse Speed Shop decidiram participar na segunda edição da Baikal Mile, série de corridas de 1/8 e de 1 milha de distância reunido diversas categorias na superfície gelada do lago Baikal, de 27 de fevereiro a 1 de março.

 

Felpuda


Figurinha carimbada ganhou o apelido de “biruta”, instrumento que indica direção do vento e, por isso, muda constantemente. Dizem que a boa vontade até existente ficou no passado, e as reclamações são muitas, mas muitas mesmo, diante das decisões que vem tomando a cada mudança de humor do eleitorado. Como bem escreveu o poetinha Vinicius de Moraes: “Se foi pra desfazer, por que é que fez?”.