Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CESTA BÁSICA

Cesta básica tem nova alta em Campo Grande e preço se aproxima dos R$500

Cesta Básica corresponde a 50,9% do salário mínimo e produtos tem alta de até 19%
06/10/2020 13:45 - Alicia Miyashiro


O preço da cesta básica fechou em setembro a R$492,80 em Campo Grande, uma alta mensal de 1,72%, o que corresponde a 50,9% do salário mínimo, oitavo maior valor entre as capitais.

Os dados são da última pesquisa realizada pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese).

O óleo de soja foi o item que mais apresentou alta em seu preço na cesta básica, com o acréscimo de 19,01%. O produto está custando, em média, R$5,58 na embalagem de 900ml.

Outras variações significativas foram do tomate (12,86%); açúcar cristal (6,31%); arroz (4,69%); carne bovina de primeira (3,32%); banana (2,66%); e feijão-carioca (2,37%).

Em contrapartida, o pão francês, reduziu seu valor em -4,22%, custando R$11,12 o valor do quilo.  

Outros produtos que também registraram redução nos preços, foram: farinha de trigo (3,92%), manteiga (-0,39%), batata (-11,78%), café (0,35%).e leite integral (-7,17%).

De acordo com as informações, atualmente, para adquirir o valor de uma cesta básica, a jornada de trabalho necessária é de 103 horas e 45 minutos.

 
 

Felpuda


Candidato a vereador caiu em desgraça, pelo menos em um dos bairros de Campo Grande, ao promover comício em ginásio de esporte, com direito a ônibus lotados e espoucar de muitos fogos de artifício.

Aí dito-cujo foi alvo de muitas críticas, tanto pela zoeira causada, como por ter mandado às favas quaisquer cuidados na prevenção da Covid-19, ao promover grande aglomeração. Irresponsabilidade é pouco, hein?!