Esportes

Copa Libertadores

Corintianos do Estado se mobilizam

Corintianos do Estado se mobilizam

EDUARDO MIRANDA

27/06/2012 - 08h05
Continue lendo...

As torcidas organizadas do Corinthians em Mato Grosso do Sul pretendem reunir ao menos três mil torcedores em suas sedes para acompanhar este primeiro duelo da final, no Estádio La Bombonera, contra o Boca Juniors, em Buenos Aires. Em Campo Grande, na sede da torcida Pavilhão 9, a expectativa é de que a quadra  da organização fique pequena para abrigar seus 2,2 mil filiados, fora os visitantes que devem comparecer. O local abriga no máximo 1,5 mil pessoas.

“Para este jogo, vamos nos limitar à nossa capacidade, que é de 1.500 pessoas, mas para a próxima semana, vamos para um lugar maior”, informou Tom de Almeida, vice-presidente da única torcida organizada no Timão da Capital. Além do recinto da Pavilhão 9, localizado na Rua Rui Barbosa, na Vila Glória, bares e restaurantes também receberão os fiéis torcedores do Corinthians.

Para a próxima semana, além da grande festa que a Pavilhão 9 já organiza na Capital, com o aluguel de um recinto maior que sua sede para acomodar pelo menos 5 mil torcedores, a organizada também já se movimenta para acompanhar o jogo de perto, no Estádio do Pacaembu, no dia 11. “Teremos uma caravana para este jogo histórico’, informou Tom
de Almeida.

Interior
No interior de Mato Grosso do Sul também há mobilização de corintianos para assistir ao jogo desta noite.  Em Dourados, a expectativa da filial da torcida organizada Gaviões da Fiel é de receber pelo menos mil torcedores em seu recinto, a mesma previsão dos integrantes da unidade da torcida Pavilhão 9 da cidade de Corumbá.

FORMULA 1

Verstappen vibra ao igualar recorde de Senna em Ímola e Pérez lamenta 11º lugar

O holandês alcançou o feito de Ayrton Senna de conquistar oito poles consecutivas

18/05/2024 17h00

Piloto Max Verstappen comemorando a sua oitava pole position seguida na Fórmula 1.

Piloto Max Verstappen comemorando a sua oitava pole position seguida na Fórmula 1. Foto: Bryn Lennon Formula 1/Formula 1 via Getty Images

Continue Lendo...

Max Verstappen não conteve a emoção ao cravar a pole position no GP da Emilia-Romagna de Fórmula 1 neste sábado.

O holandês esteve mais vibrante do que o normal, e não à toa. Ele alcançou o feito de Ayrton Senna de oito poles consecutivas e nunca escondeu que o brasileiro é um de seus ídolos de infância, o que fez o dia ser ainda mais especial.

"É uma estatística muito especial, ainda mais considerando que recentemente completou 30 anos da morte de Ayrton Senna. Então estou feliz de ter a pole aqui, de qualquer forma, é uma boa memória de um cara excepcional principalmente em classificação. Então é um dia ótimo para mim e para a equipe, estou muito feliz", afirmou.

O holandês admitiu que enfrentou problemas nos treinos livres, mas viu as melhorias da Red Bull funcionarem no classificatório. "Um fim de semana muito difícil até agora, então estou muito feliz de estar na pole, não esperava isso. Fizemos algumas mudanças pouco antes da classificação e parece que isso melhorou muito o carro e eu consegui ir um pouco melhor. Essa pista é muito legal, sempre estamos no limite, peguei um pouco de brita no final. Ainda estou um pouco em êxtase, a adrenalina nessa pista é muito alta", completou.

Max Verstappen terá ao seu lado na primeira fila Oscar Piastri, que cravou o segundo melhor tempo do dia com o carro da McLaren. Lando Norris é o terceiro. Já Sérgio Pérez, companheiro de equipe do tricampeão mundial, sairá apenas do 11º lugar.

"Não tem sido, no geral, um bom fim de semana. Nós mexemos no carro inteiro. No Q1, saímos com um pneu novo e depois começamos o Q2 com compostos usados. Cometi um erro na chicane e perdi dois décimos que precisava para avançar ao Q3. Acho que fizemos um bom progresso com o carro, e o Max mostra bem isso, mas não tive uma chance de mostrar", disse o mexicano.

Os pilotos voltam às pistas neste domingo, às 10h, pelo horário de Brasília, para a corrida do GP da Emília-Romagna de Fórmula 1.

LIGA FEMININA DE FUTSAL

Pezão/UCDB é derrotado pelo Taboão/Magnus e se complica na LFF

Jogo nesta sexta-feira (17) terminou 4x1 e aumenta a freguesia contra a equipe paulista; com apenas 3 pontos em 9 disputados, preocupação começa a circular a equipe de Campo Grande

18/05/2024 13h30

Pezão/UCDB (à esquerda) e Taboão/Magnus (à direita) perfiladas antes do início da partida

Pezão/UCDB (à esquerda) e Taboão/Magnus (à direita) perfiladas antes do início da partida Foto: Soanov Fotografia

Continue Lendo...

A equipe sul-mato-grossense Pezão/UCDB foi derrotada em casa, na noite desta sexta-feira (17), pelo Taboão/Magnus (SP), por 4x1. Os gols da equipe paulista foram marcados por Julia Anime, ex-ala da equipe da casa, Alana, Rarine e Luana. Aninha, artilheira do time sul-mato-grossense na competição, descontou para a equipe da casa.

O revés complica a situação do time do MS na Liga Feminina de Futsal (LFF), com duas derrotas em três jogos. Antes da partida de ontem, a equipe de Mato Grosso do Sul estava na sétima posição da tabela geral, ainda na zona de classificação para a próxima fase. 

Após a derrota, ainda se mantém na mesma colocação, mas com chances altas de perder posições dependendo dos resultados de outras equipes até dia 1° de junho.

Enquanto isso, o Taboão/Magnus está invicto na competição, com quatro vitórias em quatro jogos, 26 gols marcados (média de 6,5 por jogo) e 7 gols sofridos. A equipe paulista é uma das grandes favoritas ao título, junto com Stein Cascavel (PR)  e Barateiro (SC).

Intercalando os bons e maus momentos na competição, o Pezão/UCDB precisa de uma recuperação já na próxima partida, que acontece dia 1° de junho, às 17h, novamente no Ginásio Guanandizão, desta vez contra o São José (SP).

ASSINE O CORREIO DO ESTADO
 

NEWSLETTER

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo.

Fique Ligado

Para evitar que a nossa resposta seja recebida como SPAM, adicione endereço de

e-mail [email protected] na lista de remetentes confiáveis do seu e-mail (whitelist).