Esportes

Esportes

Leonardo, novo técnico da Inter, trilha caminho comum em Milão

Leonardo, novo técnico da Inter, trilha caminho comum em Milão

FOLHA ONLINE

26/12/2010 - 18h25
Continue lendo...

Milan e Inter têm a maior rivalidade entre as potências do futebol italiano. Mas esse sentimento não atrapalha as negociações entre eles.

Trocar um clube pelo outro, como acaba de fazer o brasileiro Leonardo, técnico do clube rubro-negro na temporada passada e novo comandante da Inter, não é algo raro. Pelo contrário, é um movimento bem comum.

Nos últimos dez anos, 14 atletas saíram de um rival direto para o outro. E não foram só nomes inexpressivos que fizeram esse caminho.

O meia Andrea Pirlo, um dos principais jogadores da Itália na atualidade, foi um dos nove ex-interistas contratados pelo Milan na década. Seedorf, Vieri e Favalli também fazem parte da lista.

Os reforços interistas vindos do maior adversário foram mais modestos. O ex-lateral Francesco Coco, que foi à Copa-2002, o turco Ümit Davala e o dinamarquês Helveg são os mais conhecidos.

Principal destaque do Milan nesta temporada, o sueco Ibrahimovic era ídolo na Inter há um ano e meio. Antes de trocar de rival, passou pelo Barcelona. Ronaldo fez o mesmo percurso, mas ficou mais tempo na Espanha, onde jogou pelo Real Madrid.

Apesar da frequência alta de transações, o vice-presidente milanista, Adriano Galliani, disse anteontem, antes do anúncio da Inter, que não sabia como reagiria ao ver Leonardo no banco rival.

O ex-jogador, demitido do Milan no fim da temporada, atuou pelo rubro-negro por quatro temporadas e ficou mais sete como dirigente.

Ele assinou com a Inter até o meio de 2012 e terá a missão de pôr no caminho um time que ganhou tudo com José Mourinho e perdeu desempenho com Rafael Benítez, seu antecessor no cargo.

SÉRIE D

Costa Rica enfrenta o Patrocinense (MG) de olho na classificação

Jogo deste domingo (23) é a chance do CREC ganhar posição e encaminhar classificação para o mata-mata da competição; restam cinco jogos para o fim da primeira fase

22/06/2024 11h00

De olho no topo da tabela, Costa Rica enfrenta o Patrocinense (MG) neste domingo (23)

De olho no topo da tabela, Costa Rica enfrenta o Patrocinense (MG) neste domingo (23) Foto: CREC / Divulgação

Continue Lendo...

Após derrota doída na última rodada, o Costa Rica precisa se recuperar e passar confiança para seu torcedor. Neste domingo (23), às 15h, a equipe sul-mato-grossense recebe a Patrocinense (MG), no Estádio Laertão, para tentar ficar mais próximo da vaga para a próxima fase da Série D do Campeonato Brasileiro.

Vindo de uma crescente na temporada, o time de MS perdeu para o Santo André (SP) nos minutos finais e viu o grupo embolar, com apenas três pontos separando o terceiro do sexto colocado. Na quarta posição, o Costa Rica pode sair da zona de classificação dependendo dos resultados dessa rodada.

Restam cinco jogos para o fim da fase de grupos da competição, por isso aproveitar as oportunidades serão importantes para beliscar uma vaga no mata-mata, e enfrentar a Patrocinense em casa tem tudo para ser uma ótima oportunidade, do qual saíram empatados em 2x2 no primeiro turno, jogo em Minas Gerais.

A equipe mineira está na lanterna do grupo, com apenas cinco pontos em nove jogos, sendo apenas uma vitória , seis gols marcados e 21 sofridos, segunda pior defesa da competição (atrás da equipe amazonense Humaitá, que sofreu 22 gols na competição).

Nas últimas duas rodadas saiu de campo derrotado, sendo um 6x0, contra o São José (SP) há 10 dias, e 1x0 contra o líder Inter de Limeira (SP) no último sábado (15). Além do jogo entre Patrocinense e Costa Rica, há outros três para acontecer pelo grupo, todos no sábado (22), são eles:

  • Santo André (SP) x Inter de Limeira (SP) - às 15h;
  • São José (SP) x Água Santa (SP) - às 16h;
  • Pouso Alegre (MG) x Maringá (PR) - às 16h.

O jogo de domingo será transmitido pelo canal oficial do Costa Rica no Youtube. Os ingressos estão sendo vendidos por R$ 10 na bilheteria do local da partida.

Confira a classificação de momento (até 22/06, às 11h) do grupo A7:

Assine o Correio do Estado

Esporte

Dona Celeste, mãe de Pelé, morre aos 101 anos

Ela estava hospitalizada há mais de uma semana; causa da morte não foi revelada

21/06/2024 16h46

Celeste havia completado 100 anos no dia da abertura da Copa do Mundo do Catar, em 20 de novembro de 2022

Celeste havia completado 100 anos no dia da abertura da Copa do Mundo do Catar, em 20 de novembro de 2022 Instagram/ Redes Sociais

Continue Lendo...

Celeste Arantes, mãe de Pelé, morreu nesta sexta-feira (21), em Santos (SP), aos 101 anos. A causa da morte não foi divulgada. Edinho, filho de Pelé, confirmou em postagem nas redes sociais.

"Descansa em paz, Vó", disse Edinho, neto de Celeste Arantes, no Instagram.
Dona Celeste era mineira de Três Corações e teve três filhos, Pelé, Jair (Zoca) e Maria Lúcia. Todos são frutos de seu relacionamento com João Ramos do Nascimento, o Dondinho, que morreu em 1996.

Pouco antes de morrer, Pelé celebrou o aniversário de 100 anos da mãe: "me ensinou o valor do amor e da paz, Eu tenho muito mais de uma centena de motivos para agradecer por ser seu filho", escreveu nas redes sociais em novembro de 2022.
 

Escreva a legenda aqui

*Informações da Folhapress  

NEWSLETTER

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo.

Fique Ligado

Para evitar que a nossa resposta seja recebida como SPAM, adicione endereço de

e-mail [email protected] na lista de remetentes confiáveis do seu e-mail (whitelist).