Clique aqui e acompanhe o resultado das Eleições 2020

SAÚDE

Governo do Estado promove “Dia D” de combate à Dengue, Chikungunya e Zika

O objetivo é conscientizar a população na prevenção da doença e eliminar focos do mosquito
19/11/2020 11:28 - Naiara Camargo


O "Dia D" de combate à dengue, chikungunya e zika ocorrerá no próximo sábado (21), na Escola Estadual Dr. Arthur de Vasconcellos Dias, bairro Estrela do Sul, em Campo Grande, a partir das 8h. Além da Capital, o evento também será realizado em outras 23 cidades do interior de Mato Grosso do Sul. 

O objetivo da ação é prosseguir no combate ao mosquito Aedes aegypti. O esforço contará com o apoio da Secretaria de Estado de Saúde (SES) e Corpo de Bombeiros Militar. 

A campanha “Aproveite a quarentena e limpe o seu quintal” é promovida pelo governo do Estado.

Acompanhe as últimas notícias

É importante lembrar que a dengue também mata assim como o novo coronavírus. Por isso, deve-se não deixar água parada em vasos de plantas, reservatórios destampados, garrafas e pneus; usar repelente; colocar telas de proteção em janelas; evitar cultivar plantas aquáticas e virar “bocas” de garrafas para baixo. 

“É preciso lembrar que a dengue tem feito vítimas em nosso Estado, por isso a importância desta campanha. A comunidade deve estar atenta porque 80% dos reservatórios com proliferação estão nas casas das pessoas”, destaca Geraldo Resende, secretário estadual de saúde de Mato Grosso do sul.

Além de Campo Grande, também participarão do “Dia D” Três Lagoas, Aquidauana, Bonito, Nova Andradina, Naviraí, Chapadão do Sul, Ivinhema, Mundo Novo, Aparecida do Taboado, Amambaí, Dourados, Corumbá, Ponta Porã, Anastácio, Jardim, Paranaíba, Coxim, Caarapó, Fátima do Sul, Maracaju, Porto Murtinho, Bataguassu e Costa Rica. 

Na capital, o Corpo de Bombeiros Militar disponibilizará por volta de 20 militares; drones que identificarão focos do mosquito em quintais, telhados e caixas d'água e duas viaturas para acompanhar a campanha. Já no interior, haverá integrantes da corporação que farão blitz educativa para conscientização da população.

“Não podemos baixar a guarda. A proposta do Dia D, assim como as demais ações previstas, são essenciais para a conscientização”, disse Resende.

“Vamos aproveitar que muitas pessoas estão ficando em casa por conta da pandemia da Covid-19, para intensificar a guerra contra o mosquito”, acrescenta o secretário. 

 
 

Felpuda


Embora tenha manifestação de que não haverá mudanças na administração municipal que se iniciará dia 1º de janeiro, o que se ouve por aí é que a realidade não seria bem assim.

Alguns setores deverão passar por alterações, como forma de se azeitar engrenagens que estariam deixando a desejar. 

O Diário Oficial, a partir daquela data, deverá ser a publicação mais lida a cada manhã.