Clique aqui e veja as últimas notícias!

DISCUSSÃO DE GÊNERO

Em evento na Capital, Ministro da Educação defende a não discussão de gênero nas escolas

As falas de Milton Ribeiro sobre o assunto já renderam muitas polêmicas e até processo
08/03/2021 21:00 - Bruna Pasche , Flávio Veras


"Respeito a discussão em outras idades, mas ter discussão de gênero dentro das escolas para crianças, não", disse o ministro da educação Milton Ribeiro, em discurso durante a entrega de mais 168 novos ônibus para a educação dos 79 municípios de Mato Grosso do Sul, na tarde desta segunda-feira (8).  

O ministro defende, sempre que pode, a não discussão de gênero nas escolas, reforçando que o assunto pode ser levantado em outras fases da vida, mas não "introduzido" na mente de crianças valores que eventualmente são discutíveis por parte da população e não são uma unanimidade.  

Últimas notícias

"Com todo respeito que tenho as ideologias, mas somo com a ideia da maioria do povo brasileiro que elegeu uma visão diferente, mais conservadora, mais de família e que pôs em 2018, o nosso presidente Bolsonaro no topo mais alto da administração pública", disse.  

As falas do Ministro já levantaram muita polêmica e até processo. Em outubro de 2020, entidades que atuam em defesa da população LGBTI+ protocolaram ação civil pública contra Ribeiro. 

Na ocasião o ministro defendeu mais uma vez que não se pode incentivar discussões de gênero nas escolas e que a orientação sexual e identidade de gênero fora do padrão, não é normal.  

"O povo brasileiro não quer a destruição da família e dos valores dessa pátria que eminentemente cristã, com todo respeito que tenho a quem pensa diferente e a quem inclusive, opita por não ter religião, mas hoje a maioria e projeto vencedor, é o das urnas", conclui Milton fazendo referência ao pensamento compartilhado pelo presidente.  

Mais ônibus

O ministro da Educação, Milton Ribeiro, esteve em Campo Grande na tarde desta segunda-feira (8), para entrega de mais 168 novos ônibus para os 79 municípios de Mato Grosso do Sul. Os veículos serão usados para o transporte de estudantes da área urbana e rural.

De acordo com a Secretaria Estadual de Educação (SED), o investimento foi de R$ 34,13 milhões, com recursos do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), por meio de emendas da bancada federal, e contrapartida do Governo do Estado.

“São investimentos importantes. A escola pública precisa voltar a ser referência, outro foco nosso é a vacinação dos trabalhadores em educação, para o retorno das aulas”, disse o ministro. 

Os novos veículos são de três modelos, sendo 141 com capacidade para o transporte de 29 estudantes, mais 24 (ônibus) que comporta até 59 alunos e três com 21 assentos. Eles são equipados com plataforma elevatória veicular, no formato poltrona móvel, para que seja viável a utilização por alunos com deficiência ou mobilidade reduzida, seguindo as normas de acessibilidade.

"Estamos mostrando que mesmo em momentos difíceis quando se tem parceria e força de vontade as coisas acontecem. Teve muita gente nos questionando para quê entregar ônibus se não está tendo aula, mas nós vamos ter. Estamos caminhando para a vacinação dos profissionais e temos visto que os países que avançaram nisso, diminuíram as infecções, internações e principalmente o número de óbitos", concluiu o governador.  

Assine o Correio do Estado.