Correio B

COMPORTAMENTO E CONSUMO

A+ A-

Brasileiros acessam três vezes a carta de opções de bares e restaurantes antes de fazer um pedido

No Reino Unido, 86% dos jovens entre 18 anos e 24 anos sofrem da "ansiedade de cardápio

Continue lendo...

A confusão ao realizar um pedido em um estabelecimento é uma situação recorrente na vida de qualquer jovem ou adulto. Até então, esse problema não tinha recebido uma nomeação específica, mas, recentemente, uma pesquisa realizada no Reino Unido, pela rede de restaurantes britânica Prezzo, apontou que a angústia de escolher um produto em um restaurante pode ser denominada como “ansiedade do cardápio”.

Entrevistando aproximadamente 2.000 pessoas, os dados coletados definiram que 86% dos jovens entre 18 anos e 24 anos sofrem do transtorno e que a preocupação consome pelo menos 97% dos adultos em geral. O motivo, de acordo com o levantamento, varia entre o receio de se arrepender do que foi pedido, o excesso de opções oferecidas pelo estabelecimento, a ausência de uma alternativa que agrade e, principalmente, a falta de informações sobre o produto, como, por exemplo, a quantidade e o preço.

Ainda que realizada no Reino Unido, a afirmação também pode ser considerada em solo brasileiro, já que a Organização Mundial da Saúde (OMS) confirma que o Brasil é reconhecido por ter uma porcentagem alta de diagnóstico de transtorno de ansiedade e, segundo dados coletados pela Thirky, os consumidores brasileiros acessam o cardápio de um restaurante pelo menos três vezes em um mesmo pedido.

A Thirky é uma plataforma brasileira que desenvolve campanhas para grandes marcas dentro dos cardápios digitais. Além de realizar serviços de divulgação, a plataforma tem parcerias com mais de 30 mil estabelecimentos por todo o País, possibilitando coletar dados que permitem descobrir padrões importantes no comportamento do consumidor contemporâneo.

MEDO DE ERRAR

De acordo com Hiago Romero, CEO da Thirky, essa inquietação do cliente está muito relacionada a decisões tomadas pelos estabelecimentos. “Creio que o medo maior do consumidor atual é errar o pedido. Isso porque os cardápios convencionais na maioria das vezes vêm desacompanhados de fotos e têm o mínimo de informações sobre o produto. Deixar o item à mercê da imaginação do consumidor causa um receio de se arrepender compreensível”, afirma.

Além dos motivos já citados acima, o executivo diz que a espera por receber o cardápio em mãos já é o suficiente para alimentar o transtorno. “Quando o consumidor precisa esperar a chegada do cardápio, isso já gera ansiedade. Há restaurantes que não têm agilidade de distribuir os menus de forma rápida e, quando ele chega, geralmente vem com uma dezena de páginas, sem recursos visuais e com a ausência de informações essenciais do produto. Esses pequenos erros são responsáveis por alimentar os outros sintomas”, analisa Romero.

O especialista menciona a necessidade da preocupação com o cliente desde antes de sua chegada. “É preciso pensar que a geração Z já nasceu digital. O Google mesmo já demonstrou que pelo menos 40% dessa faixa etária usam as redes sociais para pesquisar sobre opções de lazer antes mesmo de frequentar o local”, observa. A geração Z compreende as pessoas nascidas, em média, entre a segunda metade da década de 1990 e o ano de 2010.

“Sendo assim, é preciso conceder uma boa receptividade ao cliente mesmo antes de ele chegar. Manter as redes atualizadas, com fotos dos produtos e disponibilizar o cardápio on-line, por exemplo, já amenizariam o sofrimento do cliente, que já terá uma noção das opções disponíveis e dos preços praticados. Possivelmente, no momento de decisão, até reforçaria a escolha pelo seu estabelecimento entre tantos outros disponíveis no mercado”, recomenda Romero.

DIGITALIZAÇÃO

Por fim, o executivo ressalta uma solução inerente da “ansiedade de cardápio”, que poderia resolver grande parte dos sintomas do transtorno: investir na digitalização dos menus. “Um cardápio atualizado e digital com fotos de tudo o que a casa oferece já solucionaria a maioria dos problemas”, garante Hiago Romero.
“Neles, é possível inserir vídeos, fotos em 360 graus e outros recursos que podem mitigar as dúvidas sobre o que pedir. Também, no caso dos cardápios digitais, a atualização das opções se torna facilitada. O cliente não precisa se preocupar se um produto está disponível ou não, o que é outro receio relacionado à ‘ansiedade de cardápio’. Tudo depende de uma comunicação otimizada”, afirma o especialista.

SAIBA

Em Mato Grosso do Sul, desde o ano passado, todos os estabelecimentos que trabalham com alimentação, mesmo os que utilizam cardápios digitais, devem oferecer à clientela pelo menos um cardápio físico para garantir as duas opções na hora de fazer o pedido. A obrigatoriedade está prevista na Lei nº 6.107, de 21 de setembro de 2023, de autoria do deputado estadual Marcio Fernandes (MDB). A lei foi motivada pela popularização dos cardápios digitais durante a pandemia de Covid-19, que acabou ocasionando, em diversos estabelecimentos, a retirada da versão física dos menus.

Correio B+

Cinema B+: Quatro casamentos e uma romântica: as vezes de Jeniffer Lopez como noiva no cinema

J-Lo é apaixonada por casamentos. Aqui quatro versões diferentes nos quais a noiva é ninguém menos do que a estrela

02/03/2024 16h30

Quatro casamentos e uma romântica: as vezes de Jeniffer Lopez como noiva no cinema Foto: Divulgação

Continue Lendo...

Jeniffer Lopez é definitivamente uma romântica apaixonada por amor. A prova não está em seu especial This Is Me Now: A Love Story, ou nas canções românticas e menos ainda em seus quatro casamentos na vida real. Não, sabemos que J-Lo é apaixonada por Amor por conta de sua filmografia.

Com uma filmografia variada, que inclui drama, sci-fi, comédias e aventuras, são os títulos românticos que vêm mais rapidamente à mente, muitos deles sobre casamentos especificamente e quase todos realizados quando J-Lo estava para se casar na vida real.

Antes que falem alguma coisa, não foi invenção dela de espelhar a realidade com a fantasias: Elizabeth Taylor estrelou O Pai da Noiva quando se casou pela primeira vez (viriam sete outras depois), e Grace Kelly também estava em O Cisne quando se tornou princesa de Mônaco. Portanto é apenas curiosidade que a maior estrela latina de Hollywood tenha vivido o mesmo.

Os filmes românticos estrelados por Jeniffer vêm à mente diante de seu projeto mais pessoal de toda carreira, o indefinido This Is Me Now: A Love Story, que ela definiu como sua odisséia romântica e que custou 20 milhões de dólares.

Se no especial a cantora nos levou pelos seus quatro casamentos reais, que tal lembrar os das telas?


Quatro casamentos e uma romântica:

1- O Casamento dos Meus Sonhos (The Wedding Planner), 2001

Mary Fiore (Lopez) é cerimonialista mais requisitada em São Francisco, mas quebra a regra mais importante de todas: ela se apaixona pelo noivo de sua cliente (McConaughey).

Uma das melhores comédias românticas dos últimos 20 anos, reúne a apaixonada Jeniffer Lopez e o rei das rom-coms da época, Matthew McConaughey.

Claro, como muitos filmes, o casal inicial seria outro: Sarah Michelle Gellar não conseguiu interromper as gravações de Buffy, A Caça-Vampiros e Minnie Driver recusou o papel, sendo que Matthew só entrou porque Brendan Fraser teve conflito de agenda. Seria outro filme não?
Jeniffer está linda, a química com Matthew é perfeita e o filme se sustenta mesmo duas décadas depois.

O Casamento Dos Meus Sonhos - Divulgação

2- A Sogra (Monster In Law), 2005

Depois de anos procurando o homem certo, Charlotte 'Charlie' Cantilini (Lopez) finalmente encontra o homem dos seus sonhos, Kevin Fields (Michael Vartan), apenas para descobrir que sua mãe (Jane Fonda), Viola, é a mulher dos seus pesadelos.

A química entre J-Lo e Jane Fonda é inegável e a comédia segura com várias situações improváveis e divertidas, sendo que esse foi o primeiro filme de Jane depois de um hiato de 15 anos.

Nia Vardalos (Meu Casamento Grego) chegou a ser cogitada para o papel de Charlie, assim como Mark Ruffallo acabou recusando o papel de Kevin, o que faz para os fãs de fofoca um grande material de coincidências.

Primeiro, Michael Vartan foi noivo de Jeniffer Garner, que o deixou para casar com Ben Affleck, que tinha sido noivo de Jeniffer Lopez poucos anos antes. E Ruffallo, que não fez par romântico com J-Lo aqui, estrelou De Repente 30 (30 going to 13) com Garner um ano antes.
Leve, bem divertida, A Sogra tem J-Lo em um dos papéis onde parece mais relaxada e engraçada.

A SOGRA - Divulgação

3- Casamento Armado (Shotgun Wedding), 2022

O casamento extravagante de um casal (Lopez e Duhamel) é sequestrado por criminosos e eles precisam salvar suas famílias e recuperar a relação, que estava abalada antes da cerimônia (e do sequestro).

Ver uma Jeniffer ainda centrando a história em festas de casamentos aos 50 anos é um tanto cansativo, mas o filme tem seus momentos.

Todo gravado em um resort na República Domenicana, conta com pontas de Sonia Braga, Jeniffer Coolidge e Lenny Kravitz, sendo que o par romântico de J-Lo, Josh Duhamel foi a terceira opção para o papel. Ryan Reynolds, que é produtor, desistiu do papel e Armie Hammer foi afastado por conta dos problemas pessoais. Deu tudo certo, o que é fraco mesmo é o roteiro.

Divulgação 

4- Case Comigo (Marry Me), 2020

A ordem aqui não é de preferência. Tudo que funcionou em The Wedding Planner falha aqui, mesmo marcando o reencontro nas telas de J-Lo com Owen Wilson (os dois estrelaram Anaconda juntos).

Kat Valdez (Lopez) é estrela do pop latino que está para se casar com seu namorado, também famoso, em um evento ao vivo. Porém descobre estar sendo traída e escolhe ao acaso um homem da platéia, o professor divorciado de matemática Charlie Gilbert (Owen Wilson) para substituir o noivo. O que começa como uma reação impulsiva evolui para um romance inesperado.

O que atrapalha Case Comigo são as várias sequências musicais de J-Lo, talvez uma prévia do que iria apresentar dois anos depois com This Is Me Now: A Love Story.

Numa dessas ironias da vida da atriz, quando gravou estava noiva do astro do beisebol, Alex Rodriguez, mas o filme só foi lançado nos cinemas dois anos depois, quando a atriz já tinha se unido à Ben Affleck, que a acompanhou à pré-estreia. Casualmente, 20 anos depois de romperem o noivado, os dois se casaram na época do lançamento.

Será que veremos Jeniffer Lopez em mais filmes de casamento? Você lembrou de algum outro?

gastronomia

Super Chef Merendeira agitará rotina das escolas públicas; veja receitas da vencedora de 2023

02/03/2024 10h00

A atual CAMPEÃ Francisca Ajala, de Bela Vista, comemora o título de Melhor Receita de Merenda de Escola Pública de MS de 2023 Divulgação

Continue Lendo...

Este ano, a emocionante competição Super Chef Merendeira promete agitar a rotina das escolas públicas em seis cidades do Estado. Com 135 habilidosas profissionais da cozinha, o evento, organizado pelo Sebrae-MS, faz parte do programa Cidade Empreendedora e destaca a importância das merendeiras na alimentação escolar.

As cidades participantes, Aparecida do Taboado, São Gabriel do Oeste, Brasilândia, Ladário, Deodápolis e Miranda, compartilham a experiência do programa Cidade Empreendedora, que fortalece pequenos negócios em parceria com as prefeituras municipais.

Marcus Rodrigo de Faria, coordenador de Compras Públicas do Sebrae-MS, revela a inspiração por trás do Super Chef Merendeira, destacando o papel vital dessas profissionais na preparação de alimentos saudáveis e saborosos. A competição integra técnicas culinárias e receitas dos alunos, proporcionando uma experiência única.

A iniciativa surgiu “a partir da nossa percepção de trabalhar os municípios, as compras públicas e a importância da figura das merendeiras neste processo. Então, foi um casamento, um casamento em que não só olhávamos a importância da figura da merendeira e sua função de preparar alimentos nutritivos, saborosos, que despertam nas crianças o interesse de comer na merenda escolar um alimento saudável, colorido, mas também trazer para esse contexto os produtos da agricultura familiar”, explica.

O concurso, dividido em duas etapas – municipal e estadual –, começa com workshops envolvendo os chefs de cozinha e as merendeiras em uma jornada interativa. As receitas apresentadas serão avaliadas por um comitê julgador, com destaque para a utilização de alimentos da agricultura familiar adquiridos localmente.

Marcus enfatiza a relevância das parcerias para valorizar a agricultura familiar, promovendo não apenas a qualidade dos produtos, mas também cores e sabores diversificados nas merendas escolares. O evento termina em maio, em Campo Grande, com as vencedoras municipais competindo na etapa final.

Culinária escolar e a agricultura familiar

Em um esforço para fortalecer os pequenos negócios, o programa Cidade Empreendedora, conduzido pelo Sebrae-MS em colaboração com as prefeituras municipais, oferece suporte aos empreendimentos locais.

O Super Chef Merendeira complementa essa iniciativa, estimulando o poder público a adquirir produtos da agricultura familiar para enriquecer as refeições escolares.

Essa competição gastronômica não apenas reconhece as habilidades culinárias das merendeiras, mas destaca a importância da agricultura familiar na oferta de alimentos frescos e de qualidade nas escolas.

A competição, além de premiar os talentos locais, é um reflexo do compromisso de fortalecer comunidades e negócios regionais.

NEWSLETTER

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo.

Fique Ligado

Para evitar que a nossa resposta seja recebida como SPAM, adicione endereço de

e-mail [email protected] na lista de remetentes confiáveis do seu e-mail (whitelist).