Colunistas

GIBA UM

"Quando sai pesquisa no 1º ano do mandato é normal que expectativa não atendida gere mau humor"

de LULA, sobre a queda de popularidade no segundo ano de seu 3º mandato

Continue lendo...

O marqueteiro Felipe Soutello, que fez a campanha vitoriosa de Bruno Covas (PSDB) à prefeitura de São Paulo em 2020, pode acabar assumindo a campanha de Tabata Amaral (PSB). Soutello é tucano fervoroso (embora um tanto decepcionado com o partido). 

Mais: acham que o que sobrou dos votos que eram do PSDB poderá ir para ela. PSB e PSDB estão animados com os números de Tabata nas pesquisas. Em menos de um mês, em terceiro lugar, ela variou entre 11% e 13%. O vice-presidente Geraldo Alckmin já avisou que estará no palanque ao lado de Tabata.

De volta as paradas

A cantora e drag queen Pabllo Vittar, 30 anos, ficou entre os temas mais comentados da mídia nos últimos dias após revelar que já havia ficado com um jogador de futebol brasileiro, e o mesmo, Polidoro Júnior, admitiu ser o “ficante”: “A Pabllo, adoro ela, minha amiga, muito gostosa para deixar passar, né?”.

Só que  sua ascensão não para por aí, acaba de lançar seu 6º álbum batizado de Batidão tropical vol. 2;. Na capa de Billboard Brasil e da revista digital Capricho ela contou chegou a pensar em fazer a transição de sexo: “Comecei um tratamento hormonal, mas vi que realmente não era para mim, porque não tem como você falar assim: ‘Ai, fulana escolheu ser mano’.

Ninguém escolhe ser nada”. E finalizou confessando quando decidiu ser drag: “A primeira vez que me montei foi com 18 anos em uma festa de Halloween. Eu sempre me atraí pelo mundo artístico e, quando descobri que existiam drags que cantavam, dançavam, modelavam, percebi que era isso que eu queria fazer.

“É muito trabalhoso, mas muito gratificante também, fazer esse trabalho no Brasil, um país tão preconceituoso. Já passei por cada uma, mas faria tudo de novo”. 

“Herança” do super doleiro

A “herança” de Dario Messer está provocando uma queda de braço entre Brasil e Paraguai. Em jogo, a partilha de um patrimônio estimado em US$ 150 milhões, fruto das atividades criminosas do “doleiro dos doleiros”.

O Ministério Público paraguaio quer desfazer o acordo de cooperação firmado com o Ministério Público Federal e a Advocacia Geral da União do Brasil. O trato era a divisão meio a meio dos recursos obtidos com o leilão dos bens de Messer no país vizinho, confiscado pela justiça local – imóveis, fazendas, aeronave, veículo, milhares de cabeças de gado e participação acionários em empresas.

Agora, o Ministério Público do Paraguai está forçando uma renegociação dos termos a seu favor. Quer mais do que os 50% combinados anteriormente sob a alegação de que conduziu as investigações. E teria tido prejuízo com a montagem de um esquema para encobrir a posse dos bens, a partir de uma “rede de laranjas”.

Pode ser maior

Do lado de cá, o assunto tem sido conduzido pela Procuradoria-Geral da República, que ainda batalha pelo acordo original. E quase todos os envolvidos acham que a “herança” de Dario Messer pode ser ainda maior. Há novas investigações em curso e suspeita-se que o patrimônio oculto do doleiro no Paraguai vá além dos bens confiscados.

Aí, o desacordo envolve as próprias autoridades do país vizinho, num episódio envolto em brumas. No MPF brasileiro, há quem diga que integrantes da Secretaria de Prevenção e Lavagem de Dinheiro e Bens do Paraguai, poderiam ter sido lenientes na varredura dos bens de Messer no país vizinho. 

Uma campanha diferente

A grife PatBO criada em 2012 e uma das queridinhas da celebridades resolveu inovar em sua nova campanha. Em parceria com o iPhone, todas as peças publicitárias, tanto fotos quanto os filmes foram feitos com o smartphone norte-americano e foi batizada de ‘Once Upon a Time, PatBO Shot on iPhone’.

Apesar da produção de conteúdo, já não ser uma novidade é a primeira vez que um material publicitário foi totalmente produzido com a inovação tecnológica.

A campanha mostra a jornada da amizade, da conexão, da autodescoberta, da autenticidade celebrando o empoderamento feminino. Sheila Bawar, Victoria Lehmann e Valéria Rossatti são algumas das modelos da campanha. 

In –  Purê de batatas ao creme
Out – Purê de batatas rústico

Alerta à direita

Depois da realização de novo ato político convocado por Jair Bolsonaro no Rio de Janeiro e já sabendo que o ex-presidente pretende fazer outros pelo país, a ex-deputada estadual Janaína Paschoal fez um alerta à direita brasileira.

A jurista, que participou do impeachment de Dilma Rousseff e apoiou o ex-presidente em 2018, acha que “o modelo da corda esticada não deu certo” e está cobrando apresentação de propostas para o país.

“Se Bolsonaro pretende seguir com essas manifestações pelo Brasil, seria razoável começar a discutir pautas, apresentar propostas. Buscar mostrar o que faria de diferente, caso recuperasse a sua elegibilidade”.

Guilhotina 

O Grupo Prerrogativas, que reúne advogados amigos de Lula, está se esforçando para evitar a nomeação de Adriano Costa Avelino nome escolhido por Arthur Lira, presidente da Câmara, para uma vaga de ministro do Tribunal Superior do Trabalho.

Os advogados distribuíram para os ministros e para o próprio presidente postagens antigas em redes sociais em que Avelino faz ataques a Lula, a Dilma Rousseff e aparecem atos apoiando o ex-presidente Jair Bolsonaro.

Num trecho, em 2016, o candidato à vaga no TST diz que Lula, Dilma e seus apoiadores deveriam ser punidos.

“A punição para Lula, Dilma e seus apoiadores é a guilhotina. Mas antes tem que cortar a língua para pararem de latir”. A publicação foi apagada tempos depois de seu perfil no X, antigo Twitter. 

Pérola

“Quando sai uma pesquisa no primeiro ano do mandato é normal que a expectativa que não foi atendida gere um mau humor na sociedade”, 
de LULA, sobre a queda de popularidade no segundo ano de seu 3º mandato.

AINDA A SUCESSÃO

Além do passado de Adriano Costa Avelino, apadrinhando por Arthur Lira, sua eventual nomeação para o TST significaria dizer “não” a Rodrigo Pacheco, presidente do Senado, que tem se mostrado mais alinhado com o Palácio do Planalto.

Pacheco trabalha nos bastidores pela indicação do advogado Antônio Fabricio de Matos Gonçalves. Esse verdadeiro “Fla-Flu” parlamentar, quem corre o risco de pagar a conta é Roseline Rabelo de Jesus Morais, justamente a mais votada na lista sêxtupla da OAB.

Até Dirceu

A festa dos 94 anos do ex-presidente José Sarney, na semana passada, em sua casa no Lago Sul, em Brasília, teve integrantes dos Três Poderes, conversas ao pé de ouvido de ex-adversários e quase encontro entre desafetos (Arthur Lira e Alexandre Padilha, um saiu mais cedo).

Estavam lá Rodrigo Pacheco, o vice-presidente Geraldo Alckmin, nove ministros de Lula e dois do STF, Aécio Neves (PSDB-MG) e Lindbergh Farias (PT-RJ) abraçados e até José Dirceu, transitando em todas as rodas, conversando muito e até achando que em 2026 estará livre para concorrer às eleições. 

NOVAS  BATALHAS

Mais uma vez, pela ala política do Planalto, capitaneada pelo chefe da Casa Civil, Rui Costa volta as discordâncias de fundo com Fernando Haddad (Fazenda) e Simone Tebet (Planejamento).

O impasse agora não é a meta inflacionária, a questão que vem sendo tratada com todo cuidado é a possibilidade de uma mexida na cláusula das alocações fixas de recursos da saúde e da educação, encravada na Constituição.

A obrigatoriedade de um percentual pré-determinado do orçamento para a saúde e educação é a bola da vez que, depois de tanta discussão, reaparece em campo recauchutada.  

Em campo 1

A Exa Capital, do ex-partner da XP Pedro Mesquita, estaria trocando passes com fundos internacionais em busca de novos investidores para a Liga Forte Futebol (LFF). A gestora detém participação acionária no negócio, ao lado da Life Capital Partners, General Atlantic e da própria XP.

A LFF sofreu um desfalque em sua estrutura de capital com a saída do fundo Serengeti. A Liga Forte disputa com a Libra e no momento, quer tirar quatro agremiações paulistas da concorrente  - Mirassol, Ituano, Ponte Preta e Novorizontino. Ainda assim, a Libra está bem à frente no placar.

EM  CAMPO  2

O Banco Regional de Brasília negocia um acordo de patrocínio com o Santa Cruz, do Recife. Os cartolas do clube querem que o BRB assessore a criação do SAF do Santa Cruz e querem ver o banco estatal comprando parte das ações.

Afinal, o torcedor Paulo Henrique Bezerra Costa é presidente do BRB e a conversa está na mesa. O banco do Distrito Federal já assinou um contrato com o Flamengo que pode render ao clube carioca R$ 155 milhões.

Nesse caso, o coração que bate pelo rubro-negro carioca é o de Ibaneis Rocha, governador do DF (ele tem até uma franquia de uma loja oficial do Flamengo em Brasília).  

MISTURA FINA

  • AO lado de Fernando Haddad (Fazenda), em Davos, em janeiro de 2023, a ministra Marina Silva (Meio Ambiente) disse que haveria “120 milhões de pessoas passando fome” no Brasil. Quinze meses depois, novo estudo do IBGE diz que são 7,4 milhões de famílias sob insegurança alimentar moderada ou grave. Considerando média familiar de quatro membros em situação de pobreza, incluindo os totalmente miseráveis, os números alcançam 29,6 milhões de pessoas. 
  • duas semanas, Ciro Nogueira, presidente do Progressistas, ex-chefe da Casa Civil do governo Bolsonaro, reuniu num almoço, em sua casa, figuras consideradas de direita. Estavam lá Tarcísio de Freitas, Romeu Zema, Ratinho Jr., Ronaldo Caiado, ACM Neto, Tereza Cristina, Flávio Bolsonaro e Rogério Marinho. Nogueira queria apresentar resultados de uma pesquisa que mostra as chances da direita em 2026. Um dos presentes dizia aos mais chegados no dia seguinte que “todos saíram de lá falando em união”. E ele próprio achava que “essa chance não existe”. 
  • NESSES dias, ficaram suspensas as viagens de Michelle Bolsonaro pelo país, na condição de presidente do PL Mulher e em busca de novas filiadas para o partido. Passou mal e teve de ser hospitalizada: foi diagnosticada com influenza. Casos da Síndrome Respiratória Aguda Grave tem registrado aumento em todo o país e o vírus influenza corresponde a 20% dos casos. Michelle está em isolamento. 
  • FILHO do ministro Vital do Rêgo (TCU) e sobrinho do senador Veneziano Vital do Rêgo (MDB-PB), Vital do Rêgo Neto (30 anos de idade) acaba de virar conselheiro da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica. Os mais irônicos resmungam dizendo que “ele deve ser um gênio”. Salário: R$ 86,5 mil mensais. 
  • O PL, também chamado de “partido do Bolsonaro” vai apresentar um requerimento de convocação do ministro da CGU, Vinicius Carvalho, que tem escritório de advocacia cuidando da Novonor (ex-Odebrecht) e do processo sobre o acordo de leniência da companhia no Cade. Ele se diz licenciado e quem cuida é a sua esposa. No PL, alguém lembrava que também o escritório de Adriana Anselmo ganhou montanhas de dinheiro quando Sérgio Cabral era governador. Aí a ironia de que “Cabral também não tinha nada a ver com isso; quem cuidava do escritório era sua mulher”. 

ARTIGOS

Avanços da Justiça no combate as pirâmides financeiras

24/06/2024 07h30

Continue Lendo...

Recentemente, a Justiça Federal condenou os líderes de umas das primeiras pirâmides financeiras de esmeraldas do Brasil, a G44, Saleem Ahmed Zaheer e Joselita de Brito de Escobar, a 14 e 8 anos de prisão, respectivamente, por fraude financeira. Outro participante do esquema criminoso, Olinto Ernandes Silva Magalhães, também foi condenado a 3 anos de prisão por lavagem de dinheiro.

Na decisão, o juiz David Wilson de Abreu Pardo, da 12ª Vara Federal do Distrito Federal, considerou que os acusados, por meio da empresa G44, captaram e aplicaram recursos de terceiros em moeda nacional, bem como emitiram, ofereceram e negociaram valores mobiliários, tudo sem autorização das autoridades competentes. Essa ação do Judiciário demonstra que as autoridades brasileiras estão avançando no combate aos crimes de fraude financeira no Brasil. 

A sentença é um importante marco na luta pela justiça para as vítimas de um dos maiores golpes no país. Como representantes de aproximadamente 400 vítimas, consideramos essa decisão um passo crucial para a recuperação dos valores investidos. Com a sentença penal, fica claro que todos os ativos adquiridos pela G44 desde o início de suas atividades são provenientes de atividades criminosas. Diante disso, é imperativo que o plano de recuperação judicial da G44 seja imediatamente invalidado, pois os bens apresentados nesse plano são fruto de atividades ilícitas.

A Justiça considerou que Saleem e Joselita apresentavam-se como sócios e administradores da G44, empresa que atuava na seara de tecnologia em criptomoedas e mineração de esmeraldas, prometendo o retorno mensal em torno de 9% aos investidores. Eles mantiveram o controle das captações, investimentos, remunerações e pagamentos aos clientes por meio de sistema interno de informática e banco de dados, inclusive com cartão magnético que possibilitava a realização de saques. 

Vale destacar que os acusados efetuaram o pagamento do retorno de alguns investimentos, embora, a partir de determinado momento, tenham deixado de honrar com os pagamentos. A empresa colapsou no final de 2021, alegando, em comunicado aos clientes, que a instabilidade técnica, dificuldades operacionais, ataques cibernéticos e fake news divulgadas pela mídia foram determinantes para a decisão de encerrar as operações.

Como acontece em todas as pirâmides financeiras, quando o fluxo de novos investidores diminui, o esquema entra em colapso, resultando em consequências financeiras devastadoras para essas pessoas que acreditaram no conto das altas rentabilidades. A partir daí, suspensão de pagamentos, impossibilidade de saques e um prejuízo de enormes cifras.

Importante frisar que o próximo passo é assegurar que os bens dos sentenciados sejam destinados ao ressarcimento das vítimas. Acreditamos firmemente que a justiça será feita e que os investidores lesados terão seus direitos reconhecidos e restituídos. 

As pessoas precisam entender que qualquer promessa de rendimento muito acima daquela praticada pelo mercado deve ser observada com muita desconfiança. Nesse meio financeiro, não há milagres de enriquecimento e a chance de ser mais uma fraude é altíssima, o que exige do investidor interessado se cercar do maior cuidado possível e do máximo de informações antes de vir a se tornar mais uma vítima de pirâmide financeira.

Giba Um

"Excepcionalmente, no período de 24 a 28 de junho de 2024, não será exigido o registro biométrico"

de Arthur Lira em ata da Mesa Diretora da Câmara dos Deputados, liberando os parlamentares da Casa para apreciarem as festas de São João

24/06/2024 05h30

Giba Um

Giba Um Foto: Reprodução

Continue Lendo...

O presidente do Tribunal Superior do Trabalho, ministro Lelio Bentes tem feito gestões junto a Rodrigo Pacheco para acelerar a nomeação do advogado Antônio Fabricio de Matos Gonçalves para a Corte, que precisa ser aprovada no plenário do Senado. 

Mais: a cadeira está vaga desde outubro de 2022, quando o ministro Emmanoel Pereira se aposentou. A culpa não é de Pacheco. Só em setembro de 2023, 14 meses depois, foi que a OAB encaminhou ao TST a lista sêxtupla de candidatos. O TST só definiu e enviou a lista tríplice a Lula na última semana de abril.

Dia de arraial

Para comemorar o 100º capítulo da novela Família é Tudo, grande parte do elenco se reuniu no restaurante Ritual do Chopp, em Curicica, no Rio em uma típica festa Junina, todos (ou pelo menos quase todos) foram caracterizados para o encontro. Camisas xadrez, vestidos com babados invadiram o restaurante para comemoração, numa festa fechada. O fim da novela está previsto para 27 de setembro, mas corre nos bastidores, que ela poderá ser encurtada devido à audiência. A trama que irá substituí-la, Volta por cima, escrita por Claudia Souto, já está em fase de captação de elenco que terá Jéssica Ellen, Fábricio Boliveira e Amaury Lorenzo como protagonistas e que trará de volta as novelas a veterana Betty Faria e Tereza Seiblitz. Entre os presentes no arraial estavam os componentes da  família no qual a novela gira, Juliana Paiva, Nathalia Dill, Ramille, mais as vilãs Rafa Kallimann, Thaila Ayala e Lucy Ramos.

Eike: elixir “milagroso”

O ex-bilionário Eike Batista acaba de criar uma pílula eficientíssima para disfunção erétil, capaz de substituir o Viagra e similares (ele próprio se submeteu aos testes). Na sequência empolgadíssimo, já tem projetos de um creme regenerador da epiderme, que faz desaparecer manchas de pele e um cimento 3.0, que vai revolucionar a indústria cimenteira (aposta que grandes players não suportem a concorrência). Mais: Eike ainda tem um projeto de um creme dental que restaura os dentes, embranquecendo-os bem mais que porcelana e uma pílula de alga marinha “com efeitos fabulosos sobre o organismo humano”. O ex-bilionário acha que seu portfólio vale mais do que R$ 536 bilhões.

Muito mais

O valor calculado por Eike Batista é uma cifra bem superior aos tempos de glória da OGX. O valor de mercado da companhia em novembro de 2010, sua média histórica, era de US$ 43,6 bilhões (com o dólar cotado a R$ 1,71, estranha coincidência porque no Código Penal o Artigo 171 configura o numerário da Lei como crime de vantagem ilícita). Será difícil Eike voltar ao mercado de capitais, onde perdeu fortunas. Resta saber onde arrumar dinheiro para suas ideias.

Nova fase

A influenciadora, atriz, blogueira e ex-BBB Bianca Andrade, que ficou conhecida como Boca Rosa, que também tem uma linha de maquiagem com nome homônimo ao apelido, está entrando numa nova fase de sua linha para make-up. O que mais chama atenção nesta nova coleção é o lançamento do Stick Pele ( uma base 100% vegana, com ativos antioxidantes, FPS 30 UVA/UV),  que apresenta 50 tons diferentes e é o primeiro produto revelado da linha de sua nova marca independente, que terá seu pré-lançamento exclusivo para participantes em uma live marcado no dia 25 de junho.

In – Pão de amêndoas 
Out – Pão de amêndoas e linhaça

Topa tudo

O deputado federal Arthur Lira, um dos líderes do Centrão e causador das maiores dores de cabeça de Lula, avança e recua no controle da pauta legislativa porque, hoje em dia “só pensa naquilo”: em eleger seu sucessor e seu futuro na política depois que deixar o cargo. Agora, está engolindo a proposta de Valdemar Costa Neto depois de pensar que precisa ser apoiado pelo dono da maior bancada da Casa. O dono do PL não deixa por menos. Oferece seus 96 deputados, se Lira se comprometer com o projeto de lei que concede anistia aos golpistas de 8 de janeiro, Bolsonaro inclusive.

Combinação

Segundo Simone Tebet (Planejamento) Lula teria ficado impressionado com o montante de R$ 519 bilhões em renúncias fiscais e seu impacto cruzado no aumento do déficit previdenciário. Ele range os dentes quando se fala em Previdência e o conflito entre as regras de indexação ao salário-mínimo, agora com correção mais generosa. A palavra Previdência incomoda Lula. A reforma foi o maior trunfo de Jair Bolsonaro. Agora, ouvir que subtrair incentivos fiscais com uma redução de gastos previdenciários e benefícios soou como uma melodia nos ouvidos de Lula.

PÉROLA

“Excepcionalmente, no período de 24 a 28 de junho de 2024, não será exigido o registro biométrico de que trata o caput deste artigo”,

de Arthur Lira em ata da Mesa Diretora da Câmara dos Deputados, liberando os parlamentares da Casa para apreciarem as festas de São João.

Novo controlador

A última rodada de negociações com a Mover Participações (ex-Camargo Corrêa) deixou os detentores de debêntures da InterCement com a nítida impressão de que a empresa não tem plano B. A possibilidade da companhia honrar seus compromissos de curto prazo estaria condicionada a uma única solução: a venda do controle. Em meio ao contínuo processo de desgaste com credores, as negociações para a venda do controle à CSN prosseguem. Sobre a mesa, um pacote de fábricas no Brasil e na Argentina – e uma dívida de R$ 9 bilhões.

Gestão hospitalar

A alemã Bertelsmann estuda passos no conglomerado de mídia na área da saúde, incluindo até mesmo a entrada na gestão hospitalar. Não seria uma guinada tão brusca, mas a montagem de um mosaico de negócios complementares a partir da Afya, uma das maiores redes de universidade de medicina do país, com 22 campi apenas na graduação. Os alemães assumiram o controle do grupo em 2022. O investimento em hospitais teria sinergia com o braço da Educação e outro eixo da operação da Bertelsmann no Brasil. O grupo já comprou três startups da área da saúde e desde 2019, foram 21 aquisições no setor de educação.

80 anos

O cantor, compositor e escritor Chico Buarque festejou seus 80 anos em seu apartamento na Île Saint-Louis (na França) o metro quadrado mais caro de Paris, onde só vivem milionários, como sua mulher, a jurista Carol Proner, 49 anos. Eles estão casados desde 2021. Chico é um dos artistas brasileiros mais chegados a Lula, historicamente. O presidente aliás, nomeou Carol para uma vaga na Comissão de Ética Pública da Presidência da República (cargo não remunerado).

Duplo sentido

Juliette Freire, vencedora do BBB21, vem dividindo opiniões desde que lançou em seu projeto junino chamado “São JUão”, a música Vem galopar, adaptação de Pagode russo, de Luiz Gonzaga. Seguidores argumentaram que a adaptação é “pobre e preguiçosa, tem duplo sentido e não pode ser chamado de releitura”. Os fãs disseram que “grudou na cabeça”. O refrão diz: “Vem galopar/ Fazer o roça roça/ Dançando o tcha tcha tcha/ Vem se envolver com a tropa”. Juliette se defendeu dizendo que não “é inventora do duplo sentido”. E até usou como exemplo “Só gosto de tudo grande”, da famosa pernambucana Marinês.

JEQUITI  R$ 450 MILHÕES

O Grupo Silvio Santos decidiu vender 100% das ações da Jequiti, empresa de cosméticos que faz parte da Holding do dono do SBT desde sua criação em 2006, para Cimed. O fato da Cimed ter aceitado a subir a oferta, que antes estava em R$ 400 milhões, ajudou. O negócio deve sair por R$ 450 milhões, algo próximo da base de arrecadação da Jequiti nos últimos anos. Mesmo com a venda total, a Jequiti terá suas marcas exibidas nos intervalos do SBT, assim como outras empresas do Grupo Silvio Santos. A Cimed, que lucrou R$ 3 bilhões em 2023, pretende colocar a empresa como a principal concorrente da Avon.

MISTURA FINA

O governo do Distrito Federal solicitou financiamento para ajudar na reforma do Teatro Nacional, abandonado e fechado desde o governo de Agnelo Queiroz (PT). Só que o financiamento foi condicionado pelos petistas à entrega do teatro à gestão do governo federal. Ibaneis resolveu fazer a reforma com recursos próprios, lamentou a hostilidade do governo e disse que a reforma total pode durar até 4 anos.

O ex-presidente Jair Bolsonaro explicou a origem do apelido “mito” durante uma nova divulgação de seu perfume. Em um vídeo, divulgado nas redes sociais de sua mulher Michelle, o ex-presidente disse que o nome surgiu durante a época da escola. “O mito” vem de um apelido meu, do passado, que era “parmito”. “Par”, eu sou palmeirense e “mito” do “parmito”, ou melhor “palmito”. Mas, no interior de São Paulo o “L” não tem muita vez, não”. O perfume de Bolsonaro tem o nome de “Mito”

Segundo dicionários, “mito” do grego mythós é uma narrativa que quer explicar tudo aquilo que existe e que é importante para um povo; a reunião dessas explicações, ainda segundo os dicionários, pode significar “mentira”, “pegadinha”, “absurdo”.

A maioria dos ministros de Lula, apesar de boatos espalhados pelo PT sobre a possibilidade de André Lara Resende suceder a Roberto Campos Neto na presidência do Banco Central, o diretor de Política Monetária da instituição, Gabriel Galípolo continua favorito. O nome de Resende apareceu por conta do PT tentar o favoritismo de Galípolo, levado para o BC por Fernando Haddad.

A ClearSale, uma das maiores desenvolvedoras de softwares contra fraudes digitais e de score de crédito do Brasil, virou o grande objeto de cobiça do setor. Além da Serasa Experidian, haveria mais dois interessados na aquisição do controle. O nome mais soprado é do Boa Vista, que detém perto de 15% do segmento de análise de crédito no país.

Assine o Correio do Estado

NEWSLETTER

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo.

Fique Ligado

Para evitar que a nossa resposta seja recebida como SPAM, adicione endereço de

e-mail [email protected] na lista de remetentes confiáveis do seu e-mail (whitelist).